Borja marca, Grêmio encerra jejum e vence o Flamengo no Maracanã

Colombiano perde pênalti no fim, mas equipe gaúcha volta a vencer o rival após 10 jogos

  • Resumão

  • Depois de 10 jogos, o Grêmio voltou a vencer o Flamengo. O triunfo ocorreu neste domingo, no Maracanã, por 1 a 0, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo pegado, brilhou a estrela do atacante Borja, autor do gol no primeiro tempo. O colombiano ainda perdeu um pênalti no fim da partida, defendido por Diego Alves, mas saiu de campo como herói da vitória tricolor.

    Borja comemora o gol em Flamengo x Grêmio

    Borja comemora o gol em Flamengo x Grêmio (Foto: Jorge Rodrigues/AGIF)

  • FIM DO JEJUM

    O Grêmio não vencia o Flamengo há 10 jogos, a maior sequência dos cariocas na história do confronto. As equipes, aliás, tinham acabado de se enfrentar nas quartas de final da Copa do Brasil, quando o Flamengo venceu os dois jogos. Com o triunfo, o time gaúcho não só encerrou o jejum como manteve o recorde de invencibilidade na história do duelo: 14 partidas.

  • A TABELA

    Com o resultado, o Grêmio pulou uma posição, mas segue no Z-4: é o 17º colocado, com 22 pontos e dois a jogos a menos que a maioria de seus concorrentes. O Flamengo se manteve em terceiro lugar, com 34 pontos e dois jogos a menos que Palmeiras e Atlético-MG.

  • O TROCO TRICOLOR

    Depois de perder na Copa do Brasil no Maracanã na quarta-feira, o Grêmio entrou mais ligado neste domingo. Contra um Flamengo lento e sem a intensidade de antes, a equipe gaúcha equilibrou as ações e teve em Ferreira sua válvula de escape. Não à toa, o gol de Borja saiu em cruzamento do ponta. No segundo tempo, o Grêmio aproveitou a vantagem, se fechou na marcação, e o Flamengo, mesmo com a posse de bola, não conseguiu ameaçar o gol tricolor.

  • SEM RESPOSTA

    O Flamengo esteve longe de ser o time envolvente das últimas partidas. Desde o começo, a equipe esteve lenta e sem criatividade no ataque. Nomes como Michael, Vitinho e Gabigol estiveram abaixo tecnicamente, e nem o retorno de Bruno Henrique ou a estreia de Kenedy, no segundo tempo, foram capazes de dar algo a mais ao time.

    Flamengo x Grêmio

    Flamengo x Grêmio (Foto: André Durão)

  • CONFUSÃO

    Ao fazer o gol do Grêmio, Borja, que já vinha se estranhando com Rodrigo Caio, comemorou em frente ao banco de reservas do Flamengo. A situação gerou discussão com Gabigol e se estendeu a outros jogadores no túnel, na saída do intervalo. O jogo, aliás, teve um clima tenso do começo ao fim, com muitas faltas e provocações ao longo dos 90 minutos.

    Gabigol e Borja discutem na saída do campo e confusão continua no túnel para o vestiário

    Gabigol e Borja discutem na saída do campo e confusão continua no túnel para o vestiário

  • SUSTO COM CHAPECÓ

    Gabriel Chapecó precisou ser substituído no início do segundo tempo, após se chocar com Ruan na área. O goleiro do Grêmio chegou a sair de maca e entrar numa ambulância, mas se recuperou e não precisou ir ao hospital. Ele teve náuseas, vomitou, mas depois ficou bem.

    Gabriel Chapecó passa mal após choque com Ruan e é substituído, aos 7 do 2º

    Gabriel Chapecó passa mal após choque com Ruan e é substituído, aos 7 do 2º

  • PRÓXIMOS COMPROMISSOS

    O Flamengo volta a campo na quarta-feira, novamente no Maracanã. A equipe enfrenta o Barcelona de Guayaquil no jogo de ida das semifinais da Libertadores. O Grêmio só joga no próximo domingo, contra o Athletico-PR, em Curitiba, pelo Brasileirão.

    GE