Botafogo joga mal, tem dois expulsos e é derrotado pelo Cuiabá

Era normal que o torcedor do Botafogo estivesse animado para assistir a partida diante do Cuiabá. Afinal, o técnico Luís Castro tinha vários retornos e poderia montar sua equipe da melhor forma. Erison, por exemplo, voltou de lombalgia. Lucas Piazon também foi liberado pelo departamento médico. Assim como Joel Carli retornava de suspensão. Mas não demorou para o único sentimento possível ser de frustração. Nada do esperado se concretizou na derrota por 2 a 0 para o Cuiabá ontem, na Arena Pantanal.

Porque apesar dos nomes, que naturalmente trouxeram mais talento individual, faltou o lado coletivo. O Botafogo que se apresentou na Arena Pantanal passou longe de empolgar. Imagina de chegar perto da vitória.

No diagnóstico da derrota, é possível citar a falta de velocidade e intensidade da equipe, que incomodou. A formação com três zagueiros deixou o alvinegro em inferioridade numérica no setor de meio-campo, facilitando a forte marcação e mobilidade do Cuiabá.

Foi assim, por exemplo, que nasceu o gol da equipe do Mato Grosso. Rodriguinho, um dos melhores em campo, saiu da área para ajudar na construção da jogada e encontrou espaço nas costas dos volantes alvinegros. O Botafogo permitiu que ele tivesse tempo para girar, pensar e achar o passe para o chute de Uendel, que contou com a falha de Gatito antes de Alesson abrir o placar.

Durante boa parte do jogo, o Botafogo foi pressionado no campo de ataque e teve que sair no chutão na maioria das vezes. Estratégia simples, bem executada pelo Cuiabá, que o alvinegro não encontrou resposta.

Se for possível ver o copo meio cheio de alguma forma, cabe destacar que o alvinegro teve bons minutos no início do segundo tempo quando Chay entrou no lugar de Del Piage. Muito mais pelo ímpeto do que por alguma melhoria tática.

Porém, o balde de água fria veio na expulsão de Hugo, após forte entrada em Joçao Lucas, do Cuiabá. Expulsão boba que praticamente minou as chances do Botafogo na partida. Posteriormente, Daniel Borges também seria expulso.

No fim, o Cuiabá marcou com Igor Carius, mas o impedimento foi marcado. Foi fazer 2 a 0 com Andre Luis, nos minutos finais do jogo.