Braga Netto apresenta novos comandantes das Forças Armadas; Paulo Sérgio Nogueira assume o Exército

BRASÍLIA – Ao anunciar os novos comandantes das Forças Armadas, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, afirmou que todo o governo federal está mobilizado para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 e que os militares estão comprometidos com os poderes constitucionais e as liberdades democráticas. O general Paulo Sérgio Nogueira vai assumir o Exército; o almirante de esquadra Almir Garnier Santos chefiará a Marinha; e o tenente-brigadeiro Baptista Júnior foi escolhido para a Aeronáutica.

Após Braga Netto conversar com os cotados ao longo do dia, ele os levou para uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto em busca do aval do mandatário do páis aos nomes escolhidos. Logo depois, o ministro convocou a imprensa para apresentar os nomes publicamente, o que deve ocorrer em instantes.

A troca vem após uma crise que levou os três comandantes anteriores a deixarem os cargos nesta terça-feira. Eles foram pressionados por Bolsonaro a demonstrarem maior apoio ao governo federal.

Nas redes sociais, antes do anúncio oficial, o general José Luiz Freitas, comandante de Operações Terrestres, parabenizou Paulo Sérgio Nogueira pela indicação ao comando do Exército.

“Escolhido o novo Comandante do Exército, General Paulo Sérgio, excepcional figura humana e profissional exemplar. Como não poderia deixar de ser, continuaremos unidos e coesos, trabalhando incansavelmente pelo Exército de Caxias e pelo Brasil!”, escreveu Freitas nas redes sociais.

Chefe do Departamento-Geral do Pessoal do Exército, o general José Luiz Freitas disse no último final de semana, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, que o Brasil deve se preparar para uma possível terceira onda da pandemia da Covid-19, considerando a situação da Europa, o que teria desagradado Bolsonaro.

Também nesta quarta-feira, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara aprovou a convocação do novo ministro da Defesa. Como o pedido não foi transformado em convite, Braga Netto será obrigado a comparecer à audiência, que ainda não tem data prevista.

fonte: extra