Cachorra é encontrada em caverna no Missouri depois de dois meses desaparecida

Um grupo de exploradores encontrou a cachorra Abby, que tem treze anos e ficou desaparecida por dois meses em uma caverna no contado de Perry, no estado americano do Missouri. A caverna faz parte do sistema Moore, o segundo maior conjunto de cavernas do estado, com aproximadamente 35 quilômetros de extensão.

O espeleólogo Rick Haley, de 66 anos, e outras trinta pessoas exploravam a caverna como parte de um projeto para o Cave Research Foundation, um grupo sem fins lucrativos dedicado à preservação e ao estudo das cavernas dos Estados Unidos.

Haley era um dos coordenadores da expedição e foi avisado pelo corpo de bombeiros que uma cachorra estava perdida na caverna. Ela foi avistada por uma família que entrou no local antes do grupo de Haley e ligou para a emergência.

Para resgatar a cachorra, os bombeiros pediram ajuda a Haley, que convidou seu colega Gerry Keene — os dois têm treinamento especializado em resgate em cavernas.

Haley e Keene tiveram que atravessar passagens apertadas para chegar até Abby, que estava debilitada e bastante suja, a aproximadamente 152 metros da entrada da caverna. “Ela não tinha nenhum ferimento aparente, mas estava muito desnutrida, era só pele e osso. Ela também estava toda suja de lama”, contou Haley.

Haley se espreme para atravessar uma das passagens da caverna — Foto: Reprodução

Haley se espreme para atravessar uma das passagens da caverna — Foto: Reprodução

Segundo ele, a cachorra estava assustada, relutante a andar, e precisou ser retirada da caverna em uma mala, envolta em um cobertor. O resgate durou cerca de 1 hora.

Um dos membros do grupo que estava com Haley tirou fotos da cachorra e saiu pelo bairro local à procura do dono, que ficou chocado quando soube da notícia.

Depois de sair da caverna, Haley explicou que, apesar de seu treinamento não abranger resgates de animais, muitas das técnicas e dos conhecimentos utilizados nos resgates de pessoas puderam ser aplicados.

Cachorra Abby é resgatada por espeleólogos em caverna no Missouri, nos EUA — Foto: Reprodução

Não se sabe por quanto tempo Abby ficou na caverna ou como ela sobreviveu durante os dois meses em que ficou desaparecida. Segundo Haley e Keene, o local em que ela foi encontrada tem um pequeno riacho com peixes e crustáceos pequenos, mas era totalmente escuro.

Haley acredita que a cachorra deve ter entrado na caverna ao perseguir algum animal, como um guaxinim ou um rato. Para ele, provavelmente Abby foi carregada para o fundo da caverna pelas fortes chuvas e inundações que atingem a região nessa época do ano.