Início Mundo Cadeirante se arrasta para usar banheiro de avião sem ajuda de comissários

Cadeirante se arrasta para usar banheiro de avião sem ajuda de comissários

‘Pessoas com deficiência devem usar fraldas em aviões’, foi frase que a britânica Jennie Berry ouviu quando pediu uma cadeira de rodas para se locomover dentro da aeronave

Jennie Berry, uma britânica que estava viajando, contou em sua conta no Twitter que não teve assistência da companhia aérea AlbaStar e precisou se arrastar para ir ao banheiro dentro da aeronave. Segundo a jovem, a cadeira de rodas que era usada para ajudar passageiros com deficiência no transporte dentro do avião, estava indisponível para uso.

O relato de Jennie gerou a revolta de vários internautas. A publicação, que foi compartilhada na terça, 20, tem até o momento 69 mil curtidas. “Chocada e com nojo da AlbaStar Airlines. Eles me disseram que eu deveria usar uma fralda no avião, pois tenho uma deficiência e eles não tinham cadeira de corredor a bordo. Por favor, compartilhe. Isso não é aceitável”

A jovem cadeirante continua dizendo que a tripulação não a deixava se sentar perto da frente do avião, embora houvesse alguns assentos vagos, o que dificultou a locomoção dela. Quando a jovem teve de ir o banheiro, os comissários não quiseram ajudá-la.

Jennie então teve de se arrastar pelo corredor usando os braços. Em seguida, seu parceiro ajuda a jovem a se levantar e usar o banheiro.

Um dos comissários, segundo ela disse que: “pessoas com deficiência devem usar fraldas em aviões”. Ela reagiu na postagem; “a vida de uma pessoa com deficiência às vezes pode ser degradante e embaraçosa e, infelizmente, essa foi uma delas. Todos os outros os outros voos em que estive havia uma cadeira de corredor”.

A britânica finalizou seu desabafo pedindo à companhia aérea para melhorar o atendimento dado a deficientes. A postagem gerou a revolta de vários internautas. “Cada funcionário da tripulação deveria ser demitido por sentar e assistir isso acontecer, absolutamente repugnante como eles se comportaram”, disse um usuário.

Com a repercussão do relato de Jennie, a AlbaStar publicou um pedido de desculpas no Instagram.

ODIA