Candidatos ao Senado pelo Amazonas em 2022: veja lista

As convenções partidárias oficializaram os candidatos a senador da República pelo Amazonas nestas eleições. O pleito está marcada para outubro deste ano.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos tinham até 5 de agosto para definir seus candidatos. Já o prazo para registro de candidaturas junto à Justiça Eleitoral termina nesta segunda-feira (15).

A lista abaixo foi atualizada na medida em que as conversões partidárias foram realizadas e as candidaturas sejam oficializadas.

Confira, em ordem alfabética, os candidatos do estado do Amazonas para o Senado Federal.

 

Alfredo Menezes (PL)

 

Coronel Menezes — Foto: Divulgação

O coronel de reserva do Exército Brasileiro Alfredo Alexandre de Menezes Júnior, o Coronel Menezes é manauara e estudou no Colégio Militar de Manaus (CMM) e na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAM), onde cursou Arma de Engenharia.

Em 2010, migrou para iniciativa privada na gerência de uma instituição financeira e, mais recentemente, assumiu a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), cargo que deixou em junho deste ano. Ele registrou candidatura no dia 11 de agosto.

Arthur Neto (PSDB)

 

Convenção foi realizada na quadra da escola de samba Sem Compromisso, no bairro Nova Cidade.  — Foto: Fábio Melo, da Rede Amazônica

Arthur Virgílio Neto é diplomata e foi prefeito de Manaus por três mandatos. Foi senador da República entre 2003 e 2011. Também foi ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, e deputado federal.

A convenção que oficializou o nome de Arthur ao Senado ocorreu no dia 31 de julho, em Manaus. Ele registrou candidatura no dia 12 de agosto.

Bessa (Solidariedade)

 

Bessa é candidato pelo Solidariedade. — Foto: Reprodução/Facebook

Elissandro Amorim Bessa será o candidato do Solidariedade ao Senado. Ele tem 49 anos e é natural de Manaus. É formado em Logística e tem pós-graduação em administração pública.

O candidato já trabalhou como vendedor e taxista. Na administração pública já ocupou cargos na SMTU e no Manaustrans e foi diretor comercial na Cooperativa de Consumo dos Taxistas de Manaus (Cotam).

Em 2016 foi eleito vereador de Manaus e reeleito em 2020.

Luiz Castro (PDT)

 

Luiz Castro. — Foto: Divulgação

Com mais de 30 anos de atuação política, tendo dois mandatos como prefeito de Envira e outros cinco mandatos seguidos como deputado estadual, esta é a segunda vez que Luiz Castro concorre a Senado da República.

A primeira vez foi em 2018, quando era integrante do partido Rede Sustentabilidade e obteve mais de 581 mil votos, sendo o segundo candidato com maior número de votos válidos em Manaus (mais de 418 mil votos).

Luiz Castro registrou candidatura no dia 9 de agosto.

Marília Freire (Psol)

 

Marília Freire. — Foto: g1

Oficial de justiça há 15 anos, Marília Freire é filiada ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) desde 2020, e disputará uma vaga ao Senado pela primeira vez.

Antes de entrar na política partidária, Marília se dedicava a ações contra a violência obstétrica, o direito da população LGBQIA+ e trabalhadores domésticos.

Marília registrou candidatura no dia 14 de agosto.

Omar Aziz (PSD)

 

Omar Aziz — Foto: GloboNews

O engenheiro Omar Aziz Nasceu na cidade de Garça, interior de São Paulo. Aos 13 anos, passou a morar com a família em Manaus. Atualmente filiado ao Partido Social Democrático (PSD), Omar já foi governador do Amazonas entre 2010 e 2014.

Aziz ocupou o primeiro cargo eletivo em 1990, como deputado estadual. Foi vice-prefeito de Manaus entre 1997 e 2002. Em seguida, foi vice-governador do Amazonas entre 2003 e 2010. Em 2014, foi alçado a Senador pelo Amazonas.

O PSD confirmou oficialmente, na segunda-feira (23), a candidatura de Omar Aziz ao Senado Federal, durante convenção realizada em Manaus. Já o registro de candidatura foi feito no dia 10 de agosto.

Peter Miranda (AGIR)

 

O candidato não divulgou informações. A candidatura dele foi registrada no TRE-AM no dia 13 de agosto.

 

G1AM