Início Interagindo no Esporte Com show de Arrascaeta, Flamengo vence o São Paulo e está na...

Com show de Arrascaeta, Flamengo vence o São Paulo e está na decisão da Copa do Brasil

Uruguaio marca no primeiro tempo e sacramenta a classificação do Rubro-Negro, que já havia batido o Tricolor no Morumbi

O Flamengo está em mais uma decisão da temporada. A copa da vez é a do Brasil, após mais uma vitória sobre o São Paulo, por 1 a 0, no Maracanã, na noite desta quarta (14) com um lindo gol de Arrascaeta, no primeiro tempo. O uruguaio protagonizou os principais lances da partida, com dribles, arrancadas e passes decisivos. O Rubro-Negro já tinha uma grande vantagem, já que venceu no Morumbi por 3 a 1, e soube administrar o resultado durante toda a partida.
Com a classificação, o Flamengo chega a sua oitava final de Copa do Brasil, se igualando ao Cruzeiro. O Grêmio é o recordista com nove decisões. O Rubro-Negro foi campeão em 1990, 2006 e 2013, mas ficou com o vice em 1997, 2003, 2004 e 2017
Continua após a publicidade
O adversário do Flamengo na grande decisão da Copa do Brasil será conhecido nesta quinta-feira (15), quando o Corinthians recebe o Fluminense, às 20h na Neo Química Arena, em Itaquera. No primeiro jogo, no Maracanã, as equipes empataram em 2 a 2. Os jogos finais serão disputados nos dias 12 e 19 de outubro.
O JOGO
Com boa vantagem para se classificar, o Flamengo iniciou o jogo de forma cautelosa, esperando mais o São Paulo no campo de defesa. Essa liberdade foi aproveitada pelo Tricolor que conseguiu finalizar pela primeira vez logo aos 4 minutos, com Igor Vinícius, que de fora soltou a bomba para a defesa em dois tempos de Santos.

A pressão do São Paulo permaneceu até os 10 minutos, obrigando Santos a fazer duas boas defesas. Em uma delas, Luciano esteve cara a cara com o goleiro, mas em posição de impedimento. O Flamengo passou a equilibrar o jogo e abriu o placar aos 16 minutos, com Pedro, mas a arbitragem marcou impedimento no lance.

Na sequência o São Paulo teve a melhor chance de abrir o placar. Em cruzamento na área, a bola sobra para Igor Vinícius, que livre chuta por cima do gol. A partir de então o Flamengo passou a evitar os avanços do adversário e começou a madurar o seu gol. Aos 29 minutos, Gabi arriscou de fora e obrigou Jandrei a fazer boa defesa, só que 6 minutos depois não teve jeito para o goleiro são-paulino.

David Luiz esticou para Pedro, o atacante escora para Éverton Ribeiro que serve Arrascaeta. O uruguaio invade a área e toca na saída de Jandrei para abrir o placar e aumentar ainda mais a vantagem do Flamengo. O São Paulo sentiu o gol e passou a errar passes fáceis, impedindo qualquer reação no primeiro tempo. O Rubro-Negro aproveitou e quase ampliou com Gabi, que aproveitou o rebote e tocou por cobertura, mas Jandrei se recupera e tira a bola em cima da linha, no ato final da primeira etapa.

O Flamengo começou o segundo tempo disposto a matar o jogo e logo aos 4 minutos quase marcou o segundo gol. Arrascaeta arrancou pelo meio, deixou dois marcadores para trás e serviu Gabi. O camisa 9 adiantou demais e Jandrei conseguiu estourar, no rebote João Gomes passou para Pedro que finalizou de bicicleta para fora.

O São Paulo respondeu na sequência com Luciano, que aproveitou o bate e rebate dentro da área e finalizou sem deixar a bola cair, mas o chute explodiu na trave, Calleri chutou para fora no rebote, em posição de impedimento. O atacante argentino ainda teve mais uma chance aos 9 minutos, mas cabeceou por cima do gol.

Continua após a publicidade
O jogo seguiu aberto e o Flamengo voltou a assustar aos 16 minutos. Arrascaeta mais uma vez faz boa jogada, serve Filipe Luís dentro da área, que rola para Éverton Ribeiro, mas o meia chuta para fora. Na sequência, Léo Pereira chega chutando após escanteio, mas a bola passa raspando o travessão.

A partir dos 20 minutos, os técnicos passam a mexer nas equipes. Rogério Ceni busca levar o seu time ao ataque, enquanto Dorival Júnior troca os jogadores para manter o nível físico e evitar possíveis suspensões e expulsões. O jogo passou a ficar mais morno, sem tanta emoção a partir dos 30 minutos. O São Paulo até tentava responder, mas sem criatividade para furar o bloqueio defensivo do Flamengo.

Com o passar do tempo, o São Paulo passou a aceitar a eliminação, enquanto o Flamengo buscou administrar o resultado e esperar o final do jogo. A torcida passou a ser protagonista nos minutos finais, fazendo uma grande festa no Maracanã, cantando em plenos pulmões o orgulho de ser Rubro-Negro.
ODIA