Conheça o enredo da Mocidade Independente para o Carnaval de 2019

Sexta colocada no Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro em 2018, a Mocidade Independente de Padre Miguel vai abordar o tempo em seu desfile no próximo ano.

A divulgação do enredo que tem como título “Eu sou o tempo. Tempo é vida” foi feita pelo carnavalesco Alexandre Louzada e demais membros da diretoria e direção de Carnaval da verde e branca na noite desta sexta-feira (25).

– Clique aqui para ler a sinopse

“É um enredo autoral e forte que nasceu nas mãos do Louzada. Tem a cara da Mocidade e conta com participação de Hans Donner, artista visual com trabalhos consagrados na Rede Globo”, disse Rodrigo Pacheco, vice-presidente da agremiação.

Dirigentes da Mocidade Independente de Padre Miguel. Foto: Reprodução de Internet
Dirigentes da Mocidade Independente de Padre Miguel. Foto: Reprodução de Internet

“Estou feliz em fazer um enredo autoral e muito motivado pela oportunidade em fazer essa parceria com o Hans Donner. Será um prazer dividir ideias e projetos com esse profissional de talento imenso”, disse Louzada, antes da exibição de um vídeo institucional do tema.

“Agradeço de coração essa oportunidade de através do Carnaval, passar uma mensagem. Estou muito feliz”, disse Hans Donner.

Dirigente fala sobre o formato de lançamento e captação do enredo

“Optamos por esse modelo de lançamento do enredo por entendermos que essa é a dinâmica de comunicação hoje no mundo. Os torcedores querem participar, acompanhar o processo de produção do carnaval, e as redes sociais oferecem todas as possibilidades para estreitarmos nossos laços e levar o máximo possível de informação ao público”, completou o dirigente.

Sobre o fato do enredo apresentar uma proposta diferente dos dois últimos anos, Rodrigo ressaltou que apesar da ideia não nascer com um objetivo comercial, o tema abre um leque grande de possibilidades para captação.

Calendário para escolha do samba-enredo está definido

Aberto aos compositores, o concurso para escolha do samba-enredo tem início marcado para o dia 14 de julho. A final acontecerá no dia 15 de setembro.

Mocidade aposta na continuidade 

A diretoria da Mocidade acredita que a continuidade é primordial para a excelência no Carnaval. A Estrela Guia da Zona Oeste garantiu as permanências de Marquinho Marino, diretor de Carnaval, Alexandre Louzada, carnavalesco, da dupla que comanda a sua comissão de frente, Jorge Teixeira e Saulo Finelon, do diretor de harmonia, Wallace Capoeira, e do mestre de bateria, Dudu.

Wander Pires. Foto: Divulgação
Wander Pires. Foto: Divulgação

Outras presença garantidas são do intérprete Wander Pires e de Camila Silva, que reinará pela quarta vez à frente da bateria “Não Existe Mais Quente”. A avaliação em cima do rendimento da equipe foi extremamente positiva.

Desfile da Mocidade. Foto: Leandro Milton/SRzd
Desfile da Mocidade. Foto: Leandro Milton/SRzd

“O nosso pensamento é de dar continuidade. Óbvio que a avaliação é diária e os profissionais da escola sabem disso. Gosto de dizer que não formamos só um grupo de trabalho, mas de fato uma família. Sinto isso nas pessoas dentro da Mocidade. Todos querem o mesmo objetivo e as relações são muito boas. A comunicação entre os diferentes setores e departamentos têm funcionado bem. Acredito que esse seja o caminho para continuarmos o processo de restruturação da escola”, completou Rodrigo.

Robson Veloso, que ao lado de Wallace Capoeira comandou o departamento de harmonia da agremiação, também permaneceria, mas em virtude de compromissos profissionais particulares precisou abdicar do cargo.

No Carnaval de 2018, a Mocidade abordou na Avenida as relações culturais entre Brasil e Índia. Desde 2002/2003 a escola não voltava ao desfile das campeãs em dois anos consecutivos.

Fonte: SRzd