Cruzeiro faz jogo morno e não sai do empate com o Bahia no Mineirão

O jogo Cruzeiro 1x 1 Bahia estava marcado para às 16h, no Mineirão. Os gols, o canto das arquibancadas e as boas jogadas de mineiros e baianos só compareceram de fato na segunda etapa de jogo.

Na volta do intervalo, as conversas de Mano Menezes e Enderson Moreira deram resultados. Em 18 minutos dois gols, primeiro com Douglas Grolli, aos 14′ do segundo tempo e quatro minutos depois, aos 18′, Thiago Neves empatou. É o quinto jogo seguido pelo Brasileiro que a Raposa não vence. A última vitória foi no dia, 22 de julho, contra o Atlético-PR.

O resultado manteve o Cruzeiro entre os oito primeiros colocados com 26 pontos, enquanto o Bahia chega aos 22 pontos, mas pode ser ultrapassado ou por Fluminense, ou América-MG. Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o Grêmio, quarta-feira, 22 de agosto, no Mineirão. Já o Bahia terá o Internacional na Fonte Nova, também na próxima quarta-feira.

Barcos continua mal

O Pirata recebeu algumas boas bolas, mas não conseguiu levar grande perigo ao goleiro Anderson. em uma delas, ficou cara a cara com o gol e chutou por cima.

Cadê o Raniel?

A torcida celeste pediu pelo atacante Raniel, que tem entrado bem nos jogos. Mano Menezes não atendeu ao pedido por um detalhe: ele não foi relacionado para o jogo. Ganhou um descanso. Mano gesticulou e pediu para a torcida apoiar quem estava em campo.

Bahia não se intimidou

Jogar no Mineirão contra uma das equipes mais badaladas do Brasil não deixou o Bahia tímido no jogo. Encarou a Raposa e sofreu uma pressão normal de quem joga fora de casa. Mostrou força após a eliminação da Copa do Brasil.

Substituições não surtiram efeito

Mancuello, Rafinha e Patrick Brey pouco alteram a falta de força ofensiva do time celeste na partida.

Falta de intensidade da Raposa

O Cruzeiro parece usar o seu melhor futebol nas Copas. Mesmo com a equipe titular, não conseguiu impor o seu jogo sobre o time baiano e em várias jogadas, a equipe não conseguiu dar o último passe para a finalização.

Fonte: G1