Início Interagindo no Esporte Diego Ribas anuncia que vai sair do Flamengo no fim do ano...

Diego Ribas anuncia que vai sair do Flamengo no fim do ano e deixa futuro em aberto

Jogador, de 37 anos, não vai atuar mais em nenhum clube do país

Rio – O meia Diego Ribas, de 37 anos, anunciou nesta terça-feira que irá deixar o Flamengo após o fim da temporada. O veterano tem contrato com o clube carioca até dezembro e não irá renovar. Sobre o futuro, Diego cravou que não irá atuar em mais nenhuma equipe brasileira, porém, deixou em dúvida se irá se aposentar ou atuar fora do país.
Continua após a publicidade
“Hoje completam seis anos do anúncio da minha chegada ao Flamengo. Foram seis anos maravilhosos. Na renovação ano passado definimos que seria meu último ano no Flamengo e venho aqui confirmar isso. Encerrará minha passagem pelo Flamengo. Não atuo também mais em outro clube brasileiro. Minha história no Flamengo é muito rica. Vou me dar mais meses ainda daqui para decidir se me aposento ou não. Se continuar, será fora do país. É aqui que quero viver essa reta final. Queria passar isso a vocês, aos torcedores, para que possa viver os últimos meses intensamente, cada jogo, e continuar sendo feliz”, afirmou.
Diego Ribas chegou ao Flamengo em 2016, como um dos primeiros grandes reforços da gestão de Eduardo Bandeira de Mello. Alternou bons e maus momentos no clube carioca. Fez parte do vitorioso elenco que teve em 2019 seu ápice com os títulos do Carioca, do Brasileiro e da Libertadores. O meia falou sobre planos futuros no esporte, quando sua carreira se encerrar.
“Ser treinador é uma possibilidade, não é uma certeza. Quero ver o futebol de fora. Faz parte da minha vida, mas tenho outros projetos. Quero compartilhar minha história. Transmitir isso para as pessoas para que contribua na carreira delas. Quero dominar meu calendário. Preciso escolher algo que em um primeiro momento não está ligado ao futebol. Se depois de uns anos vejo que preciso estar dentro daquele caldeirão, hoje seria ser treinador. Estudar muito, preparar e voltar”, disse.
ODIA