Fé e esperança norteiam segunda noite de apresentação do Boi Caprichoso

Como parte da trilogia “Um canto de esperança para Mátria a Brasilis”, o Boi Caprichoso apresentou na segunda noite de disputa do 54° Festival Folclórico de Parintins o subtema “No brasileiro da fé, esperança é minha luz”, levando para o bumbódromo a resistência das manifestações religiosas, romarias, terreiros, entidades da floresta e o múltiplo sincretismo religioso brasileiro.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida, acompanhada de Nhandecy, grande mãe terra dos povos Tupy, e Iemanjá, mãe cultuada nas crenças afrodescendentes, fizeram parte da abertura da noite, onde surgiu a Porta Estandarte, Marcela Marialva.

O caboclo sacaca da floresta amazônica e seu conhecimento das ervas medicinais em contato com as pajelanças das aldeias e terreiros sagrados dos quilombos foi retratada do na figura típica regional, na alegoria confeccionada pelo artista Nei Meireles e equipe. Os módulos alegóricos revelaram ainda o item 14, Tuxauas.

Na exaltação folclórica “Boi de Encantaria” surge o Boi Caprichoso, representando o boi de todas as entidades culturais com herança com o bumba meu boi do Maranhão e as simbologias artística e espiritual. A alegoria foi assinada pela equipe do artista Nei Meireles. Dela, surgiu Valentina Cid, sinhazinha da fazenda e o Boi Caprichoso.

A lenda amazônica da noite contou a história das irmãs Mariana, Erundina e Toya Jarina, princesas turcas que foram enviadas pelo seu pai para a Mauritânia na África, mas ao atravessarem o estreito de Gibraltar, as princesas passaram por um portal místico e chegaram à Amazônia, onde foram “ajuremadas” pelo espírito ancestral Xaramundin.

“Caruana, a fé que vem das águas”, alegoria dos artistas Estevão Gomes e Marlúcio Pereira, compôs o momento tribal, com a aparição da Cunhã-Poranga, Marciele Albuquerque.

Kalankó, um canto para Jurema Sagrada foi o ritual indígena que encerrou a noite do Boi Caprichoso. O ritual reuniu a simbologia xamânica, danças, cerimoniais e músicas.

Fonte: Portal de Parintins 24horas