Flamengo bate Vitória com gol de Diego e fica a 2 pontos do líder São Paulo

O líder tropeçou, e o Flamengo aproveitou a chance de se aproximar. Um dia depois de o São Paulo ter empatado com o lanterna Paraná Clube, o time carioca recebeu o Vitória no Maracanã e triunfou por 1 a 0, nesta quinta-feira. Diego fez o gol da partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A ESPN em qualquer lugar

Com o resultado, os comandados de Maurício Barbieri, que encaixaram sua quarta vitória seguida em casa na Série A, foram a 40 pontos, na terceira colocação. São Paulo e Internacional somam 42 e 41, respectivamente.

Já a equipe baiana, de Paulo César Carpegiani, que estava à frente do Fla há poucos meses, completa cinco rodadas sem vencer, sendo quatro derrotas e um empate. O clube abre a zona de rebaixamento com 19 pontos, um a menos do que o Sport.

Pela próxima rodada do Brasileirão, o Flamengo visitará o América-MG no Independência, no domingo, às 16h (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Vitória receberá o Atlético-MG no Barradão.

O jogo

O Vitória começou a partida tentando surpreender o Flamengo com uma marcação adiantada, mas o time da Gávea ignorou a pressão e criou o primeiro momento de perigo aos três minutos. Vitinho livrou-se de Jeferson, invadiu a área, adiantou a bola e acabou desarmado.

Aos cinco minutos, Vitinho recebeu na intermediária e soltou a bomba. A bola bateu no travessão, assustando o goleiro Ronaldo. Logo depois, foi a vez de Lucas Paquetá concluir, mas o chute não levou perigo para Ronaldo, que defendeu sem dificuldades.

Acuado pela pressão da equipe carioca, o Vitória encontrava muita dificuldade em se organizar dentro de campo para tentar jogadas de ataque. No Flamengo, Vitinho fazia a sua melhor exibição, se movimentando muito e criando dificuldades para a zaga baiana.

Aos 13 minutos, foi a vez de Éverton Ribeiro tabelar com Henrique Dourado e bater com muito perigo para o gol defendido por Ronaldo. O time dirigido por Mauricio Barbieri seguia dominando completamente, e, aos 19 minutos, Éverton Ribeiro levantou na área, Réver escorou e Henrique Dourado chutou com violência. Ronaldo fez outra grande defesa.

O Vitória não conseguia sair da defesa, e até os atacantes recuavam para marcação. Com o dobro da posse de bola, o Flamengo não deixava o time baiano respirar. Isolado no ataque, Léo Ceará travava um duelo desigual contra Léo Duarte e Réver. Depois dos 20 minutos, a equipe carioca diminuiu seu ritmo, mas manteve o controle da partida, não permitindo que o adversário criasse dificuldades para Diego Alves.

Aos 30 minutos, o técnico Paulo César Carpegiani foi obrigado a queimar a primeira substituição. O volante Arouca sentiu dores na coxa direita e deixou o campo para a entrada de Willian Farias. O Flamengo voltou a ameaçar aos 37 minutos, quando Vitinho recebeu de Lucas Paquetá e bateu forte para outra boa defesa de Ronaldo, que desviou para escanteio.

Na segunda etapa, o panorama foi o mesmo do primeiro tempo. O Flamengo dominava as ações e o Vitória buscando espaço para armar contra-ataques, mas sem conseguir organizar boas jogadas.

Aos nove minutos, Henrique Dourado recebeu na entrada da área, fez o pivô e recuou para a conclusão de Renê, mas a bola saiu sem levar perigo. Paulo César Carpegiani tentou dar mais agressividade ao seu time, trocando Rodrigo Andrade por Lucas Fernandes. Logo depois, Barbieri também alterou o Flamengo. Henrique Dourado saiu para a entrada de Lincoln.

O time da casa voltou a desperdiçar uma ótima chance aos 19 minutos, quando Lucas Paquetá recebeu ótimo passe de Éverton Ribeiro e bateu para fora. O Vitória seguia sem levar o menor perigo para o gol defendido por Diego Alves, enquanto o a equipe carioca desperdiçava boas chances de ampliar a vantagem.

Aos 34 minutos, Diego recebeu sem marcação e chutou forte, assustando o goleiro Ronaldo, que apenas olhou a bola passar perto da sua trave. Logo depois, Marlos Moreno, que entrou na vaga de Vitinho, recebeu na intermediária, se livrou de quatro marcadores, mas foi bloqueado na hora da conclusão.

Aos 39, o Vitória conseguiu levar perigo pela primeira vez no jogo com um chute de Lucas Fernandes, que Diego Alves defendeu. No final, os cariocas apenas tocaram a bola para manter a vantagem.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 x 0 VITÓRIA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de agosto de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 48.757 pagantes
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Boschilia (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Éverton Ribeiro, Cuéllar (Flamengo); Yago, Lucas Ribeiro (Vitória)
Gol: Diego (Flamengo), aos 40 minutos do primeiro tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá(Piris da Motta), Diego, Everton Ribeiro e Vitinho (Marlos); Henrique Dourado (Lincoln). Técnico: Maurício Barbieri

VITÓRIA: Ronaldo, Jeferson, Aderllan (Ruan Renato), Lucas Ribeiro e Benitez; Arouca (Willian Farias), Rodrigo Andrade (Lucas Fernandes), Yago e Léo Gomes; Neilton e Léo Ceará. Técnico: Paulo César Carpegiani

Fonte: ESPN