Início Interagindo no Esporte Flamengo mostra eficiência, vence o São Paulo e encaminha classificação na Copa...

Flamengo mostra eficiência, vence o São Paulo e encaminha classificação na Copa do Brasil

Rubro-Negro é pressionado, mas aproveita as poucas oportunidades e ganha por 3 a 1, gols de João Gomes, Gabigol e Everton Cebolinha

O Flamengo sofreu, mas soube ser eficiente para vencer o São Paulo, por 3 a 1, no Morumbi, e encaminhar a classificação para a grande decisão da Copa do Brasil. O Rubro-Negro foi pressionado durante grande parte do jogo, mas mostrou qualidade e efetividade para construir a vitória. Os gols foram marcados por João Gomes, Gabigol e Everton Cebolinha, o primeiro dele pelo Flamengo. Rodrigo Nestor diminuiu para o São Paulo.
Os times voltam a se enfrentar somente no dia 14 de setembro, no Maracanã. Antes, Flamengo e São Paulo jogam no domingo (28), pelo Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro tem o clássico com o Botafogo, no Nilton Santos, enquanto o Tricolor recebe o Fortaleza, no Morumbi.

Vale lembrar que ambos estão em semifinais de competições internacionais. O Flamengo, na Libertadores, tendo pela frente o Vélez Sarsfield, da Argentina, e o São Paulo, na Copa Sul-Americana, no duelo contra o Atlético-GO.

Continua após a publicidade
O JOGO

Embalado por mais de 51 mil torcedores, o São Paulo iniciou a partida marcando o Flamengo no campo de ataque. No entanto, a pressão não funcionou por muito tempo e logo aos 6 minutos o Rubro-Negro criou a primeira chance perigosa. Arrascaeta foi lançado, driblou Jandrei, mas ficou sem ângulo para finalizar. O uruguaio então cruzou, mas Pedro finalizou para fora.

O São Paulo respondeu três minutos depois. Reinaldo driblou Arrascaeta na linha de fundo e cruzou na medida para Patrick, que cabeceou firme para grande defesa de Santos. Só que o bom momento dos donos da casa durou pouco. No lance seguinte, o Flamengo abriu o placar. Éverton Ribeiro recebeu livre de marcação pelo lado esquerdo, levantou a cabeça e cruzou na medida para João Gomes, que cabeceou sem precisar pular para a vibração dos rubro-negros.

Com vantagem no placar, o Flamengo recuou a linha de marcação e deu campo para o São Paulo, que chegou com perigo por duas vezes, finalizando de dentro da área, com Rodrigo Nestor, para fora, e com Igor Vinícius, mas a bola explodiu em João Gomes. Os jogadores do São Paulo pediram pênalti mas o braço do volante rubro-negro estava junto ao corpo.

O Flamengo seguiu pressionado, tendo enorme dificuldade em ter a posse de bola. O São Paulo marcava forte e abusava dos cruzamentos na área, principalmente com Reinaldo pelo lado esquerdo. Só que aos 32 minutos, o Rubro-Negro sofreu o seu maior perigo no primeiro tempo. Calleri recebeu dentro da área e chutou prensado, a bola sobrou para Patrick que finalizou no travessão.

Após o susto, o Flamengo passou a valorizar a posse de bola, diminuindo o ímpeto do São Paulo. Com qualidade e paciência, o Rubro-Negro trocou passes no campo de ataque, esperando o tempo passar para terminar o primeiro tempo em vantagem.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, o Flamengo desperdiçou grande chance de ampliar. Após erro na saída de bola do São Paulo, Pedro recebeu em velocidade, serviu Gabi que, dentro da área e sem marcação, chutou para fora. O lance deu uma falta impressão de que o Rubro-Negro dominaria o jogo, mas o São Paulo, assim como aconteceu no primeiro tempo, seguiu pressionando.

Antes dos 10 minutos, o Flamengo sofreu três finalizações, mas que foram bloqueadas pelos jogadores de defesa, com Léo Pereira e Fabrício Bruno, que entrou no lugar de David Luiz, substituído por um problema físico. Buscando mudar o panorama, Dorival Júnior sacou João Gomes, o autor do gol, para a entrada do chileno Vidal, para dar mais segurança e qualidade na saída de bola.

O São Paulo tinha volume, mas faltava eficiência, característica que sobra ao Flamengo, que ampliou ao 21 minutos. Em contra-ataque puxado por Arrascaeta, o Rubro-Negro sai tocando de pé em pé, até chegar novamente ao uruguaio. Na linha de fundo, o meia cruza, Jandrei corta mal e Éverton Ribeiro chega batendo, para defesa do goleiro. A bola sobra, dessa vez limpa para Gabigol, que faz jus ao apelido e toca para o gol vazio.

Com 2 a 0, o Flamengo passou a valorizar a posse de bola, sem correr riscos, mas o São Paulo não estava disposto a entrar no jogo do Rubro-Negro e diminuiu aos 32 minutos, com Rodrigo Nestor. O meia recebeu na entrada da área de Igor Vinícius e chutou forte. A bola ainda desviou em Vidal, matando o goleiro Santos.
O São Paulo buscou abafar o Flamengo, que soube se defender e ainda ampliar com Everton Cebolinha. No seu melhor estilo, o atacante recebeu na entrada da área, cortou o marcador e chutou forte no canto direto, sem chance para Jandrei. Flamengo vitorioso, eficiente e com um pé na grande decisão da Copa do Brasil.
ODIA