Início Interagindo no Esporte Fluminense vence o Cruzeiro e se classifica às quartas da Copa do...

Fluminense vence o Cruzeiro e se classifica às quartas da Copa do Brasil

Tricolor faz 5 a 1 no agregado e passa com facilidade pelo time mineiro; sorteio definirá adversário na próxima fase da competição

Uma partida nervosa, com pouca emoção e ânimos à flor da pele. Assim foi o duelo do Cruzeiro com o Fluminense, pelo jogo da volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Mas, diante de um jovem elenco cruzeirense, o Tricolor, mais experiente e com um treinador estrategista, que é o Fernando Diniz, conseguiu mais uma vitória, dessa vez por 3 a 0, fez 5 a 1 no agregado e passou às quartas da Copa do Brasil. Os gols foram marcados por Arias, Cano e Natan.
O primeiro tempo teve cara de decisão, com muita entrega, atmosfera tensa e clima hostil. Antes mesmo de a bola rolar, torcedores tricolores e cruzeirense brigaram nas arquibancadas do Mineirão. Quando o árbitro deu início à partida, nos primeiros 15 minutos, o Fluminense liderou em oportunidades de gol e exigiu bastante do goleiro Rafael Cabral, com finalizações de Arias, Matheus Martins e Caio Paulista.
Com a necessidade da vitória, o Cruzeiro passou a pressionar com mais efetividade a saída de jogo tricolor e conseguiu equilibrar a partida. Vitor Leque e Edu deram trabalho no lado esquerdo do ataque, mas faltou precisão nas finalizações. A primeira etapa terminou com muitas discussões entre jogadores em campo e reclamações, como a do técnico Pezzolano, que acabou sendo expulso e, após levar o vermelho, só não agrediu o árbitro porque membros da comissão técnica da Raposa evitaram. Sobrou ânimo exaltado e faltou futebol na primeira etapa.
No segundo tempo, o clima tenso entre os atletas se manteve. Muitas discussões e pouco futebol. Nos primeiros 15 minutos, a melhor chance foi do Cruzeiro, mas que nada de adiantou porque o árbitro marcou impedimento. Edu deu passe para Luvannor nas costas da defesa do Fluminense. O atacante fica de cara para o gol e chuta para defesa de Fábio. Mas uma irregularidade de Luvannor foi assinalada.
Com o passar do tempo, o Cruzeiro, que precisava vencer para se classificar, já que perdeu por 2 a 1 no Rio Janeiro, mostrava ainda mais nervosismo. O Fluminense, com um elenco mais experiente, tentava tirar proveito da ansiedade dos mineiros. E, aos 24 minuto, conseguiu. Arias tabelou com Cano e recebeu livre na área do Cruzeiro. Frio, o colombiano encobriu o goleiro Rafael Cabral, marcou um belo gol e abriu o placar pra deixar a situação dos cariocas ainda mais confortável.
Com ampla vantagem no placar agregado, o Fluminense, cada vez mais, adotou a estratégia de administrar o resultado. O planejamento do time de Fernando Diniz deu certo, e o Cruzeiro, mesmo jogando em campo e com mais de 58 mil torcedores no Mineirão, não conseguiu passar pelo bom setor defensivo tricolor, que contou com Fábio, ídolo da Raposa, no gol.
Para piorar a situação do Cruzeiro, aos 39 minutos o Fluminense fechou o caixão. Após jogada de craque de Martinelli na ponta direita. O jovem driblou um marcador na linha de fundo, observou Cano livre na área e cruzou na medida. O argentino chutou de primeira, de canhota, para balançar a rede e comemorar de forma tradicional, fazendo o “L” com os dedos, inicial do nome do filho, o Lorenzo.
E ainda teve tempo para mais um. Aos 47, Nathan avançou até a área do Cruzeiro, deu uma caneta em Brock e chutou para o gol. A bola desviou em Lucas Oliveira e enganou Rafael Cabral antes de entrar. Depois, o apito final.
Com duas vitórias em dois jogos, o Fluminense, portanto, conseguiu a classificação às quartas de final da Copa do Brasil. Agora, o Tricolor vai aguardar o desfecho dos outros jogos das oitavas de final e, em seguida, o sorteio dos confrontos para a próxima fase da competição.
No final de semana, o Fluminense vira a chave e volta a focar no Brasileirão, torneio que briga na parte de cima da tabela. No domingo, às 16h, o time de Fernando Diniz vai enfrentar o São Paulo, no Morumbi, pela 17ª rodada da competição.