Havan rompe acordos de patrocínio com clubes para 2023 por ‘momento econômico e político’

Patrocinadora de Flamengo, Athletico Paranaense, finalistas da última edição da Libertadores e de Cascavel e Brusque, que jogam a Série B do Brasileirão, a Havan, gigante do varejo nacional, afirmou em um comunicado oficial que não renovará nenhum patrocínio com os clubes para 2023. O contrato se encerra no dia 31 de dezembro deste ano, e o motivo, segundo o comunicado, é o “momento econômico e político que o Brasil vive”.

Luciano Hang, proprietário e fundador da rede, foi um dos maiores apoiadores de Jair Bolsonaro, candidato do PL que foi o primeiro da história do país a perder uma disputa de reeleição. Ele doou R$1 milhão para a campanha do presidente, que termina seu mandato no dia em que a Havan não patrocinará mais clubes esportivos. A doação veio em duas partes, na reta final do segundo turno da eleição presidencial, nos dias 13 e 17 de outubro, com a eleição marcada para o dia 30.

O empresário também já havia falado em um grupo de WhatsApp que deixaria o país caso Bolsonaro não fosse eleito. “Estamos nos 45 minutos do segundo tempo. Existem duas saídas: Bolsonaro ou o Aeroporto Internacional de São Paulo”, escreveu Hang em abril, mas nas manifestações de 7 de setembro, ele afirmou que só sairia do Brasil se fosse comprovada algum tipo de fraude nas eleições.

Leia na íntegra o comunicado da Havan:

“Por conta do momento econômico e político que o Brasil vive, a Havan está revendo todos os seus investimentos para o próximo ano. Com isso, informa que, para 2023, não renovará o patrocínio com nenhum time esportivo, como Flamengo, Athletico Paranaense, Cascavel e Brusque. O contrato vigente com os clubes segue até o final, com encerramento em 31 de dezembro de 2022.

A Havan tem muito orgulho em ter participado da história dos times e acompanhado a evolução de cada um durante esse período em que permaneceu junto. Pela ótima relação que sempre manteve com os clubes, a Havan permanece de portas abertas para caso haja interesses mútuos futuramente.

Por fim, agradece a confiança e parceria construída durante todo o período junto às diretorias, atletas e torcidas dos times patrocinados e espera que todos entendam essa decisão no momento que o Brasil atravessa.”