Início Interagindo no Carnaval Imperatriz Leopoldinense apresenta sambas concorrentes para Carnaval 2023 neste domingo

Imperatriz Leopoldinense apresenta sambas concorrentes para Carnaval 2023 neste domingo

Evento acontecerá na quadra da verde, branco e ouro, e contará com a participação da escola de samba paulistana Mocidade Alegre

Rio – A Imperatriz Leopoldinense apresenta, neste domingo, os 20 sambas concorrentes para o Carnaval 2023, em mais uma edição de sua tradicional feijoada. O evento contará com a participação especial da escola de samba paulistana Mocidade Alegre e também, com show de segmentos da “Rainha de Ramos”. Os ingressos custam a partir de R$ 20,00 e os portões serão abertos às 13h.
“Conseguimos construir uma safra de samba muito forte e já temos certeza que a Imperatriz terá uma grande obra para o próximo Carnaval. A gente aproveita para fazer o convite aos componentes e moradores do Rio para que curtam a disputa de samba da Imperatriz”, disse Cátia Drumond, presidenta da escola.
A compra dos ingressos para feijoada poderão ser realizadas online, através do Whatsapp (11) 99126-4866 ou presencialmente, de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h, na quadra da escola de samba, localizada na Rua Professor Lacê, 235, no bairro de Ramos, Zona Norte do Rio.
Eliminatórias de samba
Após a feijoada, as eliminatórias para a escolha do samba oficial da agremiação ocorrerão semanalmente, às sextas-feiras. A primeira etapa da disputa está marcada para o dia 9 de setembro, e também será realizada na quadra leopoldinense. A entrada para o evento será gratuita, até 21h, mas após este horário, os ingressos custarão R$ 20. Já a grande final da competição está prevista para o dia 17 de outubro.
Continua após a publicidade
No próximo ano, a Imperatriz Leopoldinense desfilará na segunda-feira de Carnaval, no dia 20 de fevereiro e será a quarta escola a entrar na Sapucaí. Apostando na vitória do Carnaval 2023, a verde, branco e ouro tem como enredo “O aperreio do cabra que o excomungado tratou com má-querença e o santíssimo não deu guarida”, do carnavalesco Leandro Vieira.
ODIA