Justiça determina prisão preventiva de homem que ateou fogo em lotérica em Manaus

A Justiça do Amazonas determinou a prisão preventiva do venezuelano de 60 anos que ateou fogo em uma lotérica no Mercado Municipal Adolpho Lisboa, no Centro de ManausQuatro pessoas, além do homem, seguem internadas em estado grave.

O crime ocorreu na terça-feira (16). O homem foi preso em flagrante no Hospital João Lúcio, onde também segue internado. Segundo a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), ele vai responder por tentativa de homicídio, dano qualificado e incêndio.

Em audiência de custódia, realizada nessa quarta-feira (18), o Ministério Público pediu a conversão da prisão em flagrante para preventiva, destacando “a gravidade do crime, as circunstâncias do fato, e a grande repercussão do episódio na cidade”.

O juiz Luís Alberto Nascimento Albuquerque acatou o pedido da promotoria e converteu a prisão em preventiva. Ele ainda chegou a citar que o homem responde um outro processo junto à 4ª Vara Criminal da capital, justamente por crime de incêndio, o que, segundo o denota a sua reiteração delitiva específica.

Para o magistrado, a prisão “ordem pública, a conveniência da instrução criminal e assegurará a aplicação da lei penal.”

Incêndio

Incêndio no centro de Manaus, nesta terça-feira

O homem ateou fogo na lotérica, que fica no Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus, na tarde de terça-feira. Imagens de uma câmera de segurança registraram toda a ação do suspeito (veja no vídeo acima).

Nas imagens, o homem aparece jogando gasolina na porta da lotérica e volta para uma fila que se formava do lado de fora do local. Depois ele volta para a porta, puxa algo da bolsa e é impedido por um outro homem. Os dois começam a brigar, mas em determinado momento o fogo se espalha no local.

O suspeito é segurado por outras pessoas e chega a ser agredido. Ele teria cometido o crime após um desentendimento por não conseguir realizar um procedimento de saque no local, segundo Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

Quatro pessoas que estavam na lotérica ficaram feridas e foram levadas pela população e por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital 28 de Agosto.

Já o suspeito de atear fogo no local foi detido pela Polícia Militar. Conforme as autoridades, ele tem 60 anos e foi levado pelo Samu ao Hospital João Lúcio.

G1AM