Leilão do ‘Garajão’ de Manaus acontece em setembro

O edital de Leilão Público foi publicado nesta quinta-feira (29), no Diário Oficial do Município (DOM) para a venda de dois bens imóveis pertencentes ao Poder Executivo: o Edifício-Garagem, o ‘Garajão’ de Manaus, na avenida Floriano Peixoto, Centro e um terreno, no bairro Adrianopólis.

O leilão será realizado no dia 12 de setembro, às 10h, no horário de Manaus, de forma presencial e online.

 

Na modalidade presencial, acontecerá no auditório do Mercure Manaus Hotel, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, Adrianópolis, Zona Centro-Sul. Já online, será por meio do www.norteleiloes.com.br.

O processo será conduzido pela Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad) e terá como pregoeiro o leiloeiro público oficial Sandro de Oliveira, contratado por meio de credenciamento.

‘Garajão’

 

O valor inicial definido para a venda do Edifício-Garagem é de R$ 5.374.351,00 e de R$ 698.040,99 para o terreno.

De acordo com o titular da Semad, Ebener Bezerra, o Edifício-Garagem estava desativado há mais de cinco anos, não tendo nenhuma funcionalidade.

“O ‘Garajão’ já não tinha mais utilidade e identificamos que não seria viável economicamente para a prefeitura a manutenção dessa estrutura, cuja reforma implicaria em gastos excessivos aos cofres públicos. Diante desse quadro, o prefeito David Almeida orientou que buscássemos os meios legais para a venda não só desse imóvel, mas também de um terreno, de propriedade da Manaus Previdência”, explica o titular da Semad.

Sobre os lotes

 

O terreno localizado na rua Belém, bairro Adrianópolis, tem área total de 1.853,00 metros quadrados, perímetro de 157,80 metros lineares e está desocupado.

O outro, localizado na avenida Floriano Peixoto, nº 134, esquina com as ruas Mundurucus e Quintino Bocaiúva, no Centro, onde está o Edifício-Garagem, ocupa área 1.306,33 metros quadrados e área construída total de 13.524,22 metros quadrados, e também está desocupado.

Regras

 

Poderão participar do leilão e oferecer lances verbais e eletrônicos as pessoas físicas e jurídicas, inscritas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ/MF), observadas as exigências do edital.

Estarão impedidos de participar, direta ou indiretamente, do leilão:

  • Servidores/empregados e membros da Prefeitura de Manaus;
  • pessoas físicas e jurídicas que deixaram de cumprir suas obrigações em hastas ou leilões anteriores;
  • pessoas naturais menores de 18 anos não emancipadas;
  • o leiloeiro público oficial e membros de sua equipe;
  • os absolutamente e relativamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil sem representante ou assistente legalmente constituído, conforme previsto nos artigos 3º e 4º da Lei nº 10.406 de 2002 (Código Civil Brasileiro);
  • consórcios;
  • que tenham em seu quadro empregados menores de 18 anos efetuando trabalho noturno, perigoso ou insalubre ou, ainda, empregados com idade inferior a 16 anos efetuando qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 anos;
  • pessoas físicas ou jurídicas impedidas de licitar e contratar com a administração.

 

De acordo com o edital, caberá a quem arrematar os imóveis arcar com todas as despesas necessárias à lavratura da escritura e registro, inclusive a obtenção de guias, declarações e documentos exigíveis, com o consequente pagamento de taxas, impostos, emolumentos e registros, entre outras cláusulas.

G1AM