Lula tem 44% e Bolsonaro 32% no primeiro turno, aponta Quaest

A pesquisa mostra que, se a eleição fosse hoje, Lula venceria no primeiro turno, dentro da margem de erro, com 51% dos votos válidos

A nova rodada da pesquisa Quaest, divulgada nesta quarta-feira (3/8), aponta cenário de estabilidade em relação aos números coletados em julho pelo instituto. Na pesquisa estimulada, quando são apresentados os candidatos ao entrevistado, Jair Bolsonaro (PL) oscilou um ponto percentual para cima, portanto dentro da margem de erro de dois pontos, chegando a 32% das intenções de voto, e Lula (PT) oscilou um ponto para baixo, marcando 44%.

A sondagem mostra que, se a eleição fosse hoje, Lula venceria no primeiro turno, dentro da margem de erro, com 51% dos votos válidos.

O levantamento aponta também que a diferença de 12 pontos percentuais entre Lula e Bolsonaro na consulta estimulada é a menor desde julho de 2021.

Encomendada pela Genial Investimentos, a pesquisa da Quaest mostra que Ciro Gomes (PDT) oscilou um ponto para baixo, na comparação com julho, marcando 5% das intenções de voto, Simone Tebet (MDB) e André Janones (Avante) mantiveram seus 2% e Pablo Marçal marcou 1%, mesma porcentagem dos últimos dois meses.

Vera Lúcia (PSTU), Eymael (DC), Sofia Manzano (PCB), Felipe d’Ávila (NOVO), Luciano Bivar (União Brasil) e Leonardo Péricles (UP) não pontuaram. Eleitores indecisos são 6%, mesmo percentual dos que pretendem votar nulo.

Na pesquisa espontânea, que não oferece ao entrevistado os nomes dos presidenciáveis, Lula oscilou dois pontos para baixo, marcando 43% das intenções de voto no primeiro turno, e Bolsonaro oscilou um para cima, chegando a 31%.