Manaus aplica vacina contra Covid para todas as comorbidades a partir de segunda (12); veja calendário

A Prefeitura de Manaus anunciou que, a partir de segunda-feira (12), a vacinação contra Covid será ampliada para todas as comorbidades elencadas como prioritárias pelo Ministério da Saúde.

Os primeiros a serem vacinados serão os da faixa etária de 55 a 59 anos, nos sete pontos de vacinação da capital (veja endereços abaixo). A campanha segue ao longo da semana em ordem decrescente de idade.

Calendário de vacinação, de 12 a 16 de abril:

 

  • Segunda-feira (12) – 59 anos
  • Terça-feira (13) – 58 anos
  • Quarta-feira (14) – 57 anos
  • Quinta-feira (15) – 56 anos
  • Sexta-feira (16) – 55 anos
  • Sábado-feira (17) – Repescagem

 

Serão vacinados nesta etapa os portadores das seguintes doenças:

 

  • Anemia falciforme
  • Doença cerebrovascular
  • Hipertensão arterial em estágio 1 e 2 com lesões de órgão-alvo ou doenças associadas;
  • Hipertensão arterial em estágio 3
  • Hipertensão Arterial e Resistente (HAR)
  • Pneumopatias graves crônicas
  • Cirrose hepática
  • Doença renal crônica
  • Imunossupressão (transplantados, pessoas vivendo com HIV, pessoas que usam imunossupressores ou com imunodeficiências primárias, doenças reumáticas sistêmicas em atividade e pacientes oncológicos com tratamento realizado nos últimos seis meses, entre outras condições)
  • Síndrome de Down
  • Diabetes
  • Obesidade mórbida
  • Cardiopatias: Insuficiência cardíaca (IC); Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndromes coronarianas; Valvopatias; Miocardiopatias e Pericardiopatias; Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênita no adulto; Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados.

 

Pontos de vacinação com funcionamento das 9h às 16h:

 

  • Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (Rua Gandu, 119, Cidade Nova)
  • Centro Cultural dos Povos da Amazônia (Avenida Silves, 2.222- Crespo)
  • Universidade Paulista (Unip) (Avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro)
  • Universidade Nilton Lins (Avenida Professor Nilton Lins, 3.259, Flores)
  • Clube do Trabalhador do Sesi-AM (Avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1)
  • Balneário do Sesc-AM (Avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos, Planalto)
  • Centro de Convenções de Manaus (sambódromo) (Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro, zona Oeste)

 

As condições de saúde devem ser comprovadas com apresentação de laudo médico (original e cópia) no posto de vacinação. Assim como os diabéticos, os hipertensos que não tiverem laudo, podem apresentar receita médica em papel oficial do SUS ou da rede privada de saúde.

Já as pessoas vivendo com HIV devem apresentar um dos seguintes comprovantes: cartão de identificação emitido pelo serviço de saúde onde o usuário faz acompanhamento médico; declaração do Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (Siclon); ou o resultado de exames específicos (carga viral ou CD4). Além dos comprovantes de comorbidade, é obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto e CPF.

Devem ser vacinados aproximadamente 10 mil pessoas de 55 a 59 ainda com comorbidades.

Manaus começou a vacinar moradores de 30 a 34 anos que tenham alguma doença preexistente

Manaus começou a vacinar moradores de 30 a 34 anos que tenham alguma doença preexistent

Vacinação de pessoas com comorbidades

 

A vacinação de pessoas com comorbidades (doenças preexistentes) teve início no dia 29 de março, pelos portadores de cardiopatias, diabetes e obesidade grave. Atualmente, são vacinadas pessoas desse grupo, com idade entre 30 e 59 anos.

O prefeito David Almeida destacou que Manaus já ultrapassou a meta de vacinar 90% dos trabalhadores de saúde, dos idosos de 60 anos ou mais e dos indígenas aldeados, que integram as fases iniciais da campanha.

De acordo com o “Vacinômetro” municipal, já foram vacinadas 28,5 mil pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades. O Imuniza Manaus recebeu, até o momento, 50,7 mil cadastros indicando comorbidades. O cadastro não é obrigatório para a vacinação.

A lista das doenças está na opção “Comorbidades” do sistema Imuniza Manaus, a mesma acessada para a realização do cadastro. Para saber mais sobre as doenças contempladas, o usuário pode clicar sobre o ícone de informação, representado pela letra I, ao lado do nome de cada uma delas.

FONTE: G1