Modelo do OnlyFans é presa por matar o namorado com uma faca nos EUA

A polícia do Havaí, nos Estados Unidos, prendeu na quarta-feira (10) a modelo Courtney Clenney, de 26 anos, que subia imagens na plataforma OnlyFans, por ter esfaqueado e matado o namorado em Miami, em abril.

Em um comunicado, a polícia afirmou que ela foi presa pelo assassinato de Christian Obumseli de forma não premeditada com uma arma fatal.

Dá para ganhar dinheiro no OnlyFans?

De acordo com o advogado de Courtney, o crime aconteceu em um apartamento de luxo no dia 3 de abril, quando a modelo estava em um processo de reabilitação por uso de substâncias tóxicas e estresse pós-traumático.

Para o advogado, a cliente agiu em autodefesa durante uma briga que acabou com a facada. Ele afirmou que o relacionamento do casal era tóxico, e que o namorado havia atacado e enforcado Courtney no dia do crime.

“Courtney não tinha outra escolha a não ser responder com força”, disse ele.

Courtney Clenney em imagem da polícia do Havaí — Foto: Reprodução/Polícia do Havaí

Um primo da vítima já afirmou que a família não acredita na tese da autodefesa e que Toby Obumseli não iria atacar alguém violentamente.

Conheça o casal

 

Clenney e Christian Obumseli em imagem de rede social — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Obumseli, a vítima, trabalhava com criptomoedas.

Courtney Clenney era conhecida do OnlyFans como Courtney Tailor. Ela tinha 2 milhões de seguidores em suas plataformas de mídias sociais, de acordo com a mídia americana.

Ela e Obumseli namoravam há menos de dois anos. O relacionamento foi marcado por conflitos domésticos: ela chegou a ser presa por agressão doméstica em Las Vegas, e, em uma época em que os dois moravam na cidade de Austin, no Texas.

A polícia foi chamada em várias ocasiões para resolver conflitos entre o casal.

Os dois moravam em Miami há alguns meses. Segundo o “Miami Herald”, a polícia local foi ao apartamento do casal em 1º de abril, dois dias antes do esfaqueamento, para atender uma chamada de distúrbio doméstico.

Na noite de 3 de abril, pouco antes das 17h, Clenney ligou para a polícia para dizer que Obumseli havia sido esfaqueado.

Courtney Clenney em imagem publicada em uma rede social — Foto: Reprodução/Redes Sociais

G1