Na estreia de Alex Teixeira, Vasco e Chape empatam em São Januário

Principal contratação vascaína entra no segundo tempo e tem atuação discreta no empate sem gol

  • Resumão

    Teve festa, casa cheia, estreia de ídolo, mas faltaram gols. Na tarde deste domingo, Vasco e Chapecoense empataram por 0 a 0 em São Januário, em jogo que abriu a 22ª rodada da Série B. O jogo marcou a volta de Alex Teixeira após quase 13 anos ao clube carioca. O camisa 7 entrou no segundo tempo e quase marcou de cabeça.

    Melhores momentos: Vasco 0 x 0 Chapecoense, pela 22ª rodada do Brasileirão Série B 2022

    Melhores momentos: Vasco 0 x 0 Chapecoense, pela 22ª rodada do Brasileirão Série B 2022

  • Cenário

     

    Foi um empate com gostinho de frustração para a torcida do Vasco, que mais uma vez lotou São Januário. Com o resultado, o Vasco chegou a 39 pontos. Segue na segunda colocação, mas pode ser ultrapassado por Grêmio e Bahia, ambos com 37, até o fim da rodada. O Vasco agora só volta a campo no dia 9 de agosto, quando visita a Ponte Preta, em Campinas.

    Vasco x Chapecoense: Eguinaldo e Leo

    Vasco x Chapecoense: Eguinaldo e Leo (Foto: André Durão)

    Para a Chape, por sua vez, foi um ponto importante fora de casa, contra uma das equipes mais fortes da Série B. O time catarinense chegou a 24 pontos e está na 15ª colocação. A briga é contra o rebaixamento para a Série C. O próximo jogo será contra o Novorizontino, em Chapecó, no dia 10 de agosto.

  • Primeiro tempo morno

    Foi uma etapa inicial sem grandes emoções. O Vasco teve mais volume de jogo, mas não conseguiu transformar a superioridade em lances perigosos. Cada time teve apenas uma boas chances para marcar. Aos 18 minutos, Andrey recebeu livre na área, mas chutou fraquinho de canhota. A grande chance da Chape foi em chute de Ronei, que Thiago Rodrigues espalmou para escanteio.

    Vasco x Chapecoense: Andrey Santos

  • Polêmicas e mais polêmicas

    Os dois times reclamaram bastante da arbitragem de Douglas Marques das Flores. A principal queixa dos vascaínos é sobre um suposto pênalti em Eguinaldo. Para PC Oliveira, na Central do Apito, a arbitragem errou ao deixar o jogo seguir.

    Central do apito: PC Oliveira vê pênalti não marcado em Eguinaldo

    Central do apito: PC Oliveira vê pênalti não marcado em Eguinaldo

    A Chape, por sua vez, também reclama de um pênalti não marcado em Fernando, em uma dividida com Andrey Santos. Na Central do Apito, no entanto, PC Oliveira considerou lance normal.

    .

    A partida ainda teve muitos cartões, com clima quente no final. Nenê foi expulso quase nos acréscimos e reclamou muito do árbitro.

    Aos 44 min do 2º tempo - cartão vermelho de Nenê do Vasco contra a Chapecoense

    Aos 44 min do 2º tempo – cartão vermelho de Nenê do Vasco contra a Chapecoense

  • A VOZ DA TORCIDA

    "Anticlímax", critica João Almirante | A Voz da Torcida

    “Anticlímax”, critica João Almirante | A Voz da Torcida

  • Etapa de chances, polêmicas e expulsão

     

    A etapa final foi mais animada, com chances de gols, estreia e polêmicas. O Vasco mais uma vez teve o controle, chegou a ter 60% de posse de bola, mas seguiu com dificuldades para criar. Teve oportunidades, novamente, com Andrey, em um chute de fora da área e uma cabeçada do camisa 8. Aos 15 minutos, Emílio Faro mandou Alex Teixeira para campo. Ainda sem ritmo de jogo, o atacante foi discreto, mas teve uma boa chance para marcar e cabeceou rente à trave. Quem entrou bem foi o jovem Eguinaldo. Com mais movimentação que Raniel, criou perigo e foi protagonista de um lance em que o torcedor vascaíno reclamou pênalti. O árbitro mandou seguir. Nos minutos finais, mais confusão do que futebol, com muitas faltas, reclamações, cartões distribuídos e até vermelho para Nenê.

    Aos 37 min do 2º tempo - Alex Teixeira cabeceia pra fora

    Aos 37 min do 2º tempo – Alex Teixeira cabeceia pra fora

  • A volta de Alex Teixeira

    Com acréscimos, Alex Teixeira jogou por cerca de 40 minutos em sua estreia. Sem jogar desde maio, mostrou que ainda precisa readiquirir ritmo de jogo. Correu, se apresentou, mas não teve muitos lances de destaque. Teve a chance de marcar em uma cabeçada após escanteio cobrado por Nenê. Nos acréscimos, deu um chute perigoso para fora.

    GE