Nova porta-bandeira do Salgueiro justifica saída da Tijuca: ‘Amor falou mais alto’

Mesmo ciente de que o cenário político não era dos mais favoráveis quando deu o sim ao Salgueiro, Jack Pessanha explicou ao Sambarazzo os motivos de deixar o posto de primeira porta-bandeira da Unidos da Tijuca para defender o pavilhão vermelho e branco no ano que vem. Ela e o irmão Vinícius Pessanha vão substituir Marcella Alves e Sidclei.

– Na realidade, o maior motivo foi poder retornar a parceria com meu irmão. É a realização de um sonho, e na nossa escola. Pra gente, é um momento mais que especial porque é o nosso retorno na dança juntos e ainda defendendo o pavilhão onde nascemos e fomos criados. O amor falou muito mais alto – diz Jack.

Crias da escola mirim Aprendizes do Salgueiro, Jack e Vinícius defenderam o pavilhão da escola infantil entre os anos 2000 e 2006, quando foram para outras agremiações. Em 2016, retornaram ao Salgueiro como segundo casal. Jack deixou o posto após o carnaval de 2017, quando foi contratada para defender as cores da Unidos da Tijuca.

O mestre-sala lembrou que a dupla completará 20 anos de parceria em 2019. Por causa disso, os irmãos prometem uma sintonia ainda maior na Sapucaí.

Irmãos começaram defendendo a escola mirim Aprendizes do Salgueiro – Foto: Reprodução/Instagram

– Não digo que nossa parceria foi interrompida nesse período (a dupla ficou um ano afastada). Nós apenas seguimos caminhos diferentes. Agora, a união está de volta. Nem sei descrever essa sensação ainda – completa Vinícius.

Jack justificou saída da Tijuca: ‘O amor falou mais alto’ – Foto: Rogério Neves/Divulgação

Preparação profissional

Jack e Vinícius terão o auxílio de Stella Maris, bailarina e professora formada em Educação Física, pós-graduada em Musculação e Treinamento de Força. A treinadora, que já esteve como bailarina em comissões de frente e como assistente de coreógrafa de casais de mestre-sala e porta-bandeira, acumula passagens por agremiações diversas, entre elas Imperatriz, São Clemente, Vila Isabel e Tuiuti.

Casal terá o auxílio de Stella Maris na coreografia – Foto: Thiago Cardoso / Divulgação

– Quero desenvolver um trabalho corporal e coreográfico que valorize a apresentação na Avenida e nos leve à conquista da pontuação máxima. Sempre com muito amor, respeito e carinho. Amo o que faço – diz a coreógrafa.

Fonte: Sambarazzo