Palmeiras perde para São Paulo nos pênaltis e é eliminado da Copa do Brasil

Verdão reverteu placar do primeiro jogo, mas desperdiçou oportunidades de garantir a classificação no tempo regulamentar

Palmeiras foi derrotado pelo São Paulo nos pênaltis nesta quinta-feira (14) no Allianz Parque e foi eliminado da Copa do Brasil. Depois de perder o primeiro jogo por 1 a 0, o time reverteu o placar da ida com 2 a 1, mas deixou a competição com a derrota por nas penalidades.

Primeiro tempo

No embalo da festa da torcida, o Palmeiras começou a partida em cima do adversário. Logo no início, teve grande chance no jogo aéreo com Murilo, que cabeceou para fora. Minutos depois, o time não perdoou e Piquerez mandou para dentro depois de passe de Gabriel Veron.

Com placar aberto, o Verdão então tratou de tomar a vantagem das eliminatórias para si. A equipe de Abel Ferreira aproveitou o embalo e marcou o segundo três minutos depois. Em boa jogada de Dudu, Veiga recebeu na entrada da área e finalizou no canto de Jandrei.

O Alviverde, então, diminuiu o ritmo e passou a controlar a posse da bola. Antes do final do primeiro tempo, no entanto, o time ainda teve grande oportunidade com Veron, que desperdiçou cara a cara com o goleiro.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Segundo tempo

O São Paulo voltou melhor para a segunda etapa e teve duas boas chances nos primeiros dez minutos. Após esse início, o Verdão retomou as rédeas da partida e Veron, de novo, quase marcou, mas Jandrei evitou mais uma vez.

No escanteio deste lance, Dudu aproveitou rebote e chutou em direção ao gol; a bola acertou a mão de Calleri e, com auxílio do VAR, foi assinalada penalidade. Na cobrança, Veiga isolou e desperdiçou a chance de ampliar para o Alviverde.

O erro cobrou seu preço e na jogada seguinte o rival teve pênalti marcado a seu favor. Ao contrário do meia palmeirense, Luciano converteu e deixou tudo igual no agregado.

O erro cobrou seu preço e na jogada seguinte o rival teve pênalti marcado a seu favor. Ao contrário do meia palmeirense, Luciano converteu e deixou tudo igual no agregado. A partir de então, o time de Abel Ferreira ficou mais tenso na partida e passou a errar lances mais simples.

Mesmo com os erros, a equipe ainda criava mais que o adversário e seguia em busca do gol para evitar os pênaltis. Apesar do esforço, não foi possível furar o bloqueio são-paulino e a partida foi para as penalidades. Nas cobranças, Veiga e Wesley desperdiçaram para o Palmeiras, enquanto o São Paulo perdeu apenas um e garantiu a classificação.