Parte da praia da Ponta Negra fica encoberta com subida do nível do Rio Negro em Manaus

Parte da praia da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, está encoberta com a subida do nível do Rio Negro. A faixa de areia do balneário ficou reduzida e a área é adaptada com a distribuição dos quiosques e equipamentos para melhor conforto dos frequentadores do balneário.

Nesta quinta-feira (19), o Rio Negro atingiu a cota de 29,30 metros. Desde o dia 7 de maio, o nível da água ultrapassou a cota de inundação severa, de 29 metros.

Com o alerta para o rio cheio, o Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados simples, como atenção com as crianças, que deve ser redobrada.

Conforme o comandante do Pelotão de Guarda-Vidas, tenente Aluísio Cruz, é preciso ter sempre alguém de olho na criança, como uma sentinela mesmo, ininterruptamente.

“A criança é muito dinâmica, está em movimento num ambiente que é novidade e ela não tem dimensão da real situação dos cuidados que precisa ter”, comentou.

Segundo Aluísio, os pais, parentes e responsáveis têm que ter essa observação em manter atenção direcionada às crianças. Já os adultos devem buscar ter conhecimento do local onde mergulham e tomam banho, assim como de técnicas de natação e flutuação.

“Às vezes podemos achar que um local é raso, mas tem 1 metro ou 2 metros, a pessoa afunda, não consegue bater água e pode ter um risco de afogamento. Também atentar para o uso de bebida alcóolica e banho no rio”, comentou.

Cota

Se o rio Negro mantiver uma média de subida de 2 centímetros por dia, a enchente de 2022 pode ficar entre as quatro maiores da história. A maior cheia registrada no Amazonas foi a de 2021, quando o rio Negro atingiu a cota de 30,02 metros em 16 de junho.

As águas escuras do Negro encobrem trechos da praia perene. Com a enchente, a área de praia fica reduzida e os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros, mantendo a segurança.

Salva-vidas estão na praia para prevenção e possível necessidade de resgate nas águas. Desde 2011, a praia não desaparece mais por completo sob as águas do Negro durante a enchente.

A técnica perene foi a mesma usada em praias famosas como a de Copacabana (RJ) e nas ilhas artificiais de Dubai, nos Emirados Árabes. A praia perene, que tem 4,8 mil metros quadrados, foi entregue durante a obra de requalificação da primeira etapa da Ponta Negra, no ano de 2012.

G1AM