Pelé, Neymar, CBF e Xavi dão apoio a Vini Jr após polêmica com dança: “Cada um comemora como quer”

Alvo de uma fala racista por parte do empresário Pedro Bravo, em um programa de TV da Espanhao atacante Vini Jr. recebeu apoio em massa nas redes sociais nesta sexta-feira. E também da CBF, do rei Pelé, de Xavi, de Neymar e de outros nomes de peso do futebol.

– O futebol é alegria. É uma dança. É uma verdadeira festa. Apesar de que o racismo ainda exista, não permitiremos que isso nos impeça de continuar sorrindo. E nós continuaremos combatendo o racismo desta forma: lutando pelo nosso direito de sermos felizes – escreveu Pelé nas redes sociais.

Técnico do Barcelona, arquirrival do Real Madrid, o espanhol Xavi também saiu em apoio a Vini Jr ao ser questionado sobre o assunto (assista no vídeo abaixo).

– Dança do Vinicius? Cada um comemora como quer. Deixe cada um fazer o que quiser, desde que não desrespeite ninguém – disse o treinador.

 

fcbarcelona logo

“Cada um comemora como quer”, diz Xavi após polêmica com Vini Jr.

CBF se manifesta. Bruno Guimarães pede prisão

 

Neymar, Bruno Guimarães, Reinier e outros jogadores brasileiros também prestaram solidariedade a Vini Jr. O ex-volante do Athletico-PR e atualmente no Newcastle falou diretamente ao agente que criticou seu companheiro de seleção brasileira.

– Esse babaca precisa sair daí já preso! Não tem desculpa! Se o cara fala isso numa TV que está ao vivo, imagina o que não fala quando não está. Incompreensível se esse cidadão não for preso – escrever Bruno.

A CBF, por seu presidente Ednaldo Rodrigues, também se manifestou.

– Nenhum ser humano merece ser vítima de xingamentos racistas. Minha solidariedade ao Vinícius Junior. A CBF repudia sempre qualquer manifestação neste sentido. É lamentável ainda ouvirmos declarações deste tipo no século XXI – disse o presidente da CBF.

A gente pede desculpas

 

Horas depois do comentário, em seu perfil em uma rede social, Pedro Bravo pediu desculpas e disse que sua intenção não era ofender o jogador brasileiro.

– Quero esclarecer que a expressão “fazer macaquice” que utilizei mal ao qualificar a dança do Vinicius na comemoração dos gols foi de maneira metafórica (“fazer idiotices”). Como minha intenção não foi de ofender ninguém, peço sinceramente desculpas. Sinto muito! – escreveu ele.

O Real Madrid é o líder do Espanhol, com 15 pontos em cinco rodadas, e o Atlético ocupa a sétima posição, com 10 pontos. O clássico é neste domingo, às 16h (de Brasília), no Metropolitano, com acompanhamento em tempo real no ge.

GE