PIX: BC confirma vazamento de dados cadastrais de clientes de clube automobilista; senhas e saldos não foram expostos

O Banco Central anunciou nesta sexta-feira (16) que foram vazados dados de natureza cadastral, relacionados com chaves PIX, sob a guarda e a responsabilidade da Abastece Aí Clube Automobilista Payment LTDA (Abastece Aí) em razão de falhas pontuais em sistemas dessa instituição de pagamento.

De acordo com a instituição, o total de chaves potencialmente expostas é de 137.285, sendo que um titular pode ter mais de uma chave.

“Cabe esclarecer que este é o quantitativo máximo, apurado de forma conservadora, uma vez que pode haver consultas às chaves de boa-fé que por diversos motivos não resultaram na efetivação da transação”, informou.

O BC acrescentou, entretanto, que não foram expostos dados sensíveis, tais como senhas, informações de movimentações ou saldos financeiros em contas transacionais, ou quaisquer outras informações sob sigilo bancário.

“As informações obtidas são de natureza cadastral, que não permitem movimentação de recursos, nem acesso às contas ou a outras informações financeiras”, informou.

Esse foi o quarto vazamento de informações relativa ao PIX, sistema de transferência de recursos do Banco Central em tempo real.

Economista dá dicas para não cair no golpe do pix falso

Clientes serão notificados

 

De acordo com o BC, as pessoas que tiveram seus dados cadastrais obtidos a partir do incidente com a Abastece Aí Clube Automobilista Payment serão notificadas exclusivamente por meio do aplicativo ou pelo internet banking de sua instituição de relacionamento.

“Nem o BC nem as instituições participantes usarão quaisquer outros meios de comunicação aos usuários afetados, tais como aplicativos de mensagem, chamadas telefônicas, SMS ou e-mail”, acrescentou.

A instituição informou, ainda, que adotou as “ações necessárias” para a apuração detalhada do caso e aplicará as medidas sancionadoras previstas na regulação vigente.

O que diz a empresa

 

A Abastece Aí informou que “em razão do incidente de segurança, do qual foi vítima, já bloqueou as atividades suspeitas”.

“A empresa reforça que todas as medidas cabíveis a essa investigação já estão sendo tomadas”, completou.

Presidente do BC

 

Em fevereiro deste ano, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que os vazamentos de dados relacionados com o PIX vão acontecer “com alguma frequência”, mas que as ocorrências registradas são de vazamento de dados “não tão sensíveis”, como nome, CPF e telefone celular de clientes de bancos.

“Como nós entendemos que esse mundo de dados vai cada vez crescer mais exponencialmente, os vazamentos vão acontecer com alguma frequência, não querendo banalizar os vazamentos, porque a gente vai atacar todos os vazamentos para que eles sejam o mínimo possível”, disse ele, na ocasião.

G1