Preço da gasolina chega a R$ 4,99 em postos de combustíveis em Manaus

Estimativa de Sindicato é que preço chegue a R$ 5,10 até o fim de semana. Gasolina aditivada é comercializada a R$ 5,16.

Após o recente reajuste no valor do combustível anunciado pela Petrobras, o litro da gasolina comum chegou a custar R$ 4,99 em Manaus, conforme levantamento do G1 feito nesta segunda-feira (17). Segundo o Sindicombustíveis-AM, o preço ainda pode aumentar para R$ 5,10.

O aumento do preço foi anunciado no dia 12 de setembro, quando a Petrobras voltou a elevar o preço da gasolina nas refinarias, com um aumento de 0,98%. Este foi o segundo reajuste diário no período de uma semana de preços inalterados.

Com o reajuste, o vice presidente do Sindicombustíveis-AM, Geraldo Dantas, estima que, até o fim desta semana, o litro da gasolina comum alcance R$ 5,10 na capital.

“Cada um faz sua política de preço. Infelizmente esses preços foram repassadas da distribuidora para os postos, porque eles receberam da Petrobras esses novos preços. Os preços têm alterado nos últimos 50 dias quase que diariamente. Se você comparar uma nota fiscal da distribuidora para o posto, vai perceber que esse aumento passaria de R$ 5,10”, disse Dantas.

Com o aumento do litro do combustível, frentistas observam queda nas vendas — Foto: Ive Rylo/ G1 AMUm dos primeiros postos a repassar o aumento aos consumidores está localizado na Boulevard Álvaro Maia, na Zona Centro Sul. No local a gasolina aditivada alcançou a marca de R$5,16 e a comum, R$ 4,99.

Segundo o proprietário do estabelecimento, Geraldo Dantas, o posto amarga queda no movimento há cinco dias.

“Aqui hoje está como se fosse feriado. Aumentamos o valor desde a quinta feira (13). A procura já caiu uns 50%. Seguramos o quanto deu. Aumentei de R$4,69 para R$4,99. Até o fim da semana o litro vai ficar em R$5,10. Se não for assim, não tem como pagar os custos”, informou.Valor do combustível sobe em postos de Manaus, após aumento nas refinarias — Foto: Ive Rylo/ G1 AMNo posto, é comum ver clientes que, após perguntarem sobre o preço, buscam outros lugares para abastecer. “Esse repasse não tem para onde correr. Na soma final vai pesar no bolso”, completou.

O movimento também caiu após o reajuste em um posto na Avenida Belo Horizonte, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. No local, a gasolina comum passou a ser vendida a R$ 4,99 desde o meio-dia

Litro subiu de R$4,69 para R$ 4,99 nesta segunda-feira (17), em posto na avenida Belo Horizonte, em Manaus — Foto: Ive Rylo/ G1 AM

“Muitos clientes chegam aqui, olham o preço, reclamam e vão embora. O movimento caiu uns 70% da manhã para agora à tarde”, disse o frentista Wigson da Silva e Silva.

Há duas semanas, o posto já havia reajustado o preço do diesel de R$ 3,40 para R$ 3,70. “Hoje a procura da gasolina caiu muito com o aumento. As pessoas têm optado pelo etanol, quando veem que a gasolina está mais cara”, comentou a frentista, Kellen Peso.

Com o litro da gasolina em R$ 4,99, condutores tem optado pelo etanol — Foto: Ive Rylo/ G1 AMO aumento chamou atenção dos consumidores. O motorista Francisco Bezerra gasta por mês uma media de R$ 400 com combustível. Com o reajuste, ele acredita que vai ter que disponibilizar mais R$ 100 para poder continuar andando de carro.

“Vai pesar muito no bolso. Mas a gente tem que pagar, é o jeito. Agora vou fazer os cálculos para ver se tiro da alimentação ou do lazer pra arcar com esse aumento”, disse, Francisco Bezerra, de 34 anos.

Alguns postos ainda mantém os preços da última semana. Um estabelecimento na Avenida Rodrigo Otávio, no bairro Japiim, Zona Sul de Manaus, tem o litro da gasolina comum comercializado a R$4,64 e o diesel R$3,56.

“Ainda não temos uma posição de aumento do combustível. Mas, com o aumento na refinaria, pode ter um ajuste a qualquer momento”, disse o gerente do posto, Rafael Torres

O preço mais em conta do litro do combustível foi aproveitado pelo motorista de aplicativo, Anderson Willian Gomes. Ele costuma gastar cerca de R$ 1mil por mês em gasolina.

“Vai pesar muito no bolso. Eu coloco por dia 30 litros de gasolina, aí você coloca isso na ponta do lápis”, lamentou.

Fonte: G1