Prefeitura de Manaus entrega cemitério Nossa Senhora da Piedade reformado

OBRAS

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), entregou, nesta terça-feira, 28/6, o cemitério Nossa Senhora da Piedade, localizado no quilômetro 5, da rodovia AM-010, no bairro Tarumã, zona Oeste, após passar pelos serviços de construção e reforma. Até julho, os demais campos-santos que passam por revitalização, também serão entregues pela prefeitura.

A Semulsp realizou reforma no anexo de serviços e de manutenção, na capela e na administração do cemitério. Um novo refeitório foi construído pela Prefeitura de Manaus, além disso, o espaço agora possui água encanada, luz, banheiros, portão e muros.

O titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Renato Júnior, representando o prefeito David Almeida, informou que o campo-santo recebeu recapeamento e destacou que recuperar espaços públicos como o cemitério Piedade é algo histórico para a cidade de Manaus.

“Entregar este cemitério é dar o respeito que ele merece. Quase 123 anos de história abandonados. Não tinha muros, sala de administração, era tudo no barro, não tinha asfalto, não tinha sede climatizada, não tinha nada, era um cemitério abandonado, tanto é que as pessoas pensam que Manaus só tem cinco cemitérios e na verdade tem dez campos-santos. Hoje neste lugar a dignidade está sendo restaurada”, pontuou Renato.

Para o secretário da Semulsp, Altervi Moreira, é muito gratificante fazer parte da entrega das reformas dos cemitérios da cidade. “Esse é o início da entrega de todos os cemitérios. Eles foram transformados, porque estavam abandonados e indignos de nossa população. E hoje, aqui no Piedade, estou tendo a alegria de entregar este cemitério todo reformado, com segurança, climatizado, com toda a estrutura que os servidores e a população merecem. E o espaço está aberto para a visitação também”, observou Moreira.

Dignidade

O coveiro que atua no cemitério Piedade há 17 anos, Francisco Lima, contou que o espaço estava completamente abandonado, sem dignidade para os servidores que nele atuam. “A gente não tinha banheiro, cozinha, não tinha segurança, corríamos risco de morte, pois as pessoas vinham assaltar aqui. A capela era uma casinha de madeira e tinha um pequeno fogão improvisado para nós fazermos a nossa refeição. O prefeito David Almeida e o antigo secretário Sabá Reis tiveram um olhar sensível para a nossa situação e o secretário Altervi continuou esta missão. Somos gratos por isso”, disse.

Os dez cemitérios das zonas rural e urbana, recebem melhorias nas suas infraestruturas, desde janeiro deste ano, após o ex-secretário da Semulsp, Sabá Reis, entregar as ordens de serviço para as devidas reformas.

A primeira obra a ser entregue foi a do cemitério São João Batista, localizado no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, ainda na gestão Sabá Reis. O espaço passou por reforma no anexo de serviços e da manutenção, na capela, na administração e no muro. A restauração da escultura de São João Batista foi realizada pela artista plástica Rosa dos Anjos.

Os recursos para as reformas são oriundos de emenda parlamentar. A vereadora Mirtes Salles, que destinou emendas, comentou sobre a visita do então secretário Sabá Reis à Câmara Municipal de Manaus (CMM), para sensibilizar os vereadores e destacar a importância dos cemitérios a serem reformados. “Hoje estou muito feliz em ver que uma sementinha semeada lá atrás está dando frutos”, disse.

História

Fundado em 1901, o cemitério ficou conhecido inicialmente como “Cemitério do Cariri”. O espaço possuía apenas uma capela de madeira, que continha a imagem identificada como Nossa Senhora da Piedade, que deu o nome ao local posteriormente, cemitério Nossa Senhora da Piedade.

A área total estima-se em 0,69 hectares, com uma quadra e em média um sepultamento diário, geralmente atendendo as comunidades adjacentes. É considerado o menor cemitério em área e em quantidade de sepultamentos localizado na zona urbana de Manaus.

Texto – Rebeca Mota/ Semulsp
Fotos – Antônio Pereira / Semcom