Prepare-se. Breve: Concurso Professor SEDUC AM 2018: Comissão é definida! Edital terá 8.175 vagas!

O concurso da Secretaria de Estado da Educação do Amazonas (Concurso SEDUC AM) está cada vez mais próximo! Em divulgação no Diário Oficial, foi formada a comissão dirigente do concurso público da pasta. O grupo de trabalho terá missão de acompanhar o desenvolvimento dos procedimentos para preenchimento das vagas existentes no quadro de pessoal da Secretaria, conforme disposto em edital próprio (veja abaixo).

A comissão (veja abaixo). visa designar os servidores Antônio Marcos de Souza Castro, Ana Eunice Carneiro Alves, Ana Paula de Freitas Lopes, Dário Pinheiro da Silva, Edson Vieira Brelaz, Samara Freire de Oliveira, Sandra Helene Santana Gusmão de Andrade e Valéria Soraya de Oliveira.

O Concurso SEDUC AM 2018

O concurso SEDUC/AM 2018 vem sendo aguardado desde quando o secretário de Estado de Educação e Qualidade do Ensino, professor José Augusto de Melo, detalhou alguns pontos do edital do concurso, já anunciado pelo governador Amazonino Mendes. Previsto para ser divulgado em fevereiro, a expectativa é que o documento de abertura seja divulgado ainda neste semestre.

O concurso contará com 8.175 vagas, distribuídas entre cargos de Professor-20 horas (6.499 vagas), Professor-40 horas (597 vagas), Pedagogo-20 horas (151 vagas), Pedagogo-40 horas (40 vagas), Assistente Social-30 horas (37 vagas), Bibliotecário-30 vagas (50 vagas), Contador-30 horas (05 vagas), Engenheiro-30 horas (07 vagas), Estatístico-30 horas (02 vagas), Fonoaudiólogo-30 horas (03 vagas), Nutricionista-30 horas (02 vagas), Fonoaudiólogo-30 horas (03 vagas), Nutricionista-30 horas (40 vagas), Psicólogo-30 horas (36 vagas), Assistente Tècnico-30 horas (108 vagas) e Merendeiro-30 horas (600 vagas).

Além do concurso SEDUC Amazonas 2018, o secretário voltou a frisar a medida inédita que regulamenta o afastamento remunerado dos docentes para cursarem mestrado e doutorado. “Essa é uma medida importantíssima, pois facilitará a qualificação do docente que vai poder cursar seu mestrado ou doutorado com tranquilidade. Atualmente, aqueles que se dispõem a cursar uma pós nesse nível, muitas vezes utilizam licenças por interesse particular, e ficam sem a remuneração”, disse José.

Último Concurso SEDUC AM

O último concurso da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Estado do Amazonas (SEDUC/AM) contou com 7.043 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade (fundamental, médio e superior). O certame, que contou com a organização da Fundação Getúlio Vargas (FGV), ofereceu salários de até R$ 3.133,80.

As vagas foram destinadas aos cargos de Assistente Técnico (85), Merendeira (785), Assistente Social (60), Bibliotecário (52), Contador (5), Engenheiro Civil (14), Professor de Ciclo Regular (685), Professor de Artes (244), Professor de Biologia (153), Professor de Ciências (252), Professor de Ensino Religioso (134), Professor de Filosofia (130), Professor de Matemática (520), Professor de Educação Física (422), Professor de Língua Inglesa (292), Professor de Metodologia (15),  Professor de Física (272),  Professor de Educação Especial (123), Professor de Português (512), Professor de Libras (8), Professor Tradutor Intérprete de Libras (25), Professor de Geografia (386), Professor de História (442), Professor de Sociologia (145), Engenheiro Elétrico (5), Engenheiro Mecânico (2), Estatístico (2), Fonoaudiólogo (3), Nutricionista (50), Psicólogo (52), e Pedagogo (826).

Os inscritos foram avaliados por provas objetivas (todos), prova discursiva e títulos (somente cargos de ensino superior). As avaliações foram aplicadas em 61 municípios, além da capital, Manaus.

Sobre a Secretaria

A criação da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) ocorreu no ano de 1946, através da Lei 1.596, de 05/01/1946, com denominação de Diretoria Geral do Departamento de Educação e Cultura. Com a Lei 12, de 09/05/1953, sofreu a primeira alteração em sua nomenclatura, recebendo o nome de Secretaria de Educação, Cultura e Saúde. Ainda no mesmo ano, com a Lei 65, de 21/07/1953, recebeu a denominação de Secretaria de Educação, Saúde e Assistência Social.

Após dois anos, sob a Lei 108, de 23/12/1955, recebe o nome de Secretaria de Educação e Cultura. Nova alteração só ocorreu 46 anos mais tarde, com a Lei 2.032, de 02/05/1991, quando recebe o nome de Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Desporto.

A denominação atual, de Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC), veio com a Lei 2.600, de 04/02/2000.

Competências

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC), órgão integrante da Administração Direta do Poder Executivo, tem como finalidades:

I – a formulação, a supervisão, a coordenação, a execução e a avaliação da Política Estadual de Educação;

II – a execução da Educação Básica: ensino fundamental e médio e modalidades de ensino;

III – a assistência, orientação e acompanhamento das atividades dos estabelecimentos de ensino;

Art. 2.º Para o cumprimento do disposto no artigo anterior, compete à Secretaria de Estado da Educação do Amazonas a formulação, a coordenação, o controle, a avaliação e a execução das políticas educacionais do Estado do Amazonas, zelando pelo cumprimento da legislação específica, mediante a execução de programas, ações e atividades relacionadas:

I – à coordenação do processo de definição, implementação e manutenção de políticas públicas para a educação no Estado;

II – à provisão de recursos necessários, métodos e profissionais qualificados para o aprimoramento dos serviços educacionais oferecidos  à  sociedade;

III – à elaboração de planos, programas e projetos educacionais em conformidade com as diretrizes e metas governamentais;

IV – ao assessoramento às escolas estaduais na elaboração, execução e avaliação de programas educacionais e implementação de inovações pedagógicas no ensino fundamental e médio e modalidades;

V – à manutenção de sistema permanente de informações quantitativas e qualitativas, da população estudantil, da qualificação dos profissionais da educação e da infra-estrutura da rede escolar;

VI – à elaboração de estudos e pesquisa, definição e avaliação de indicadores da qualidade e efetividade do sistema educacional;

VII – ao oferecimento das condições de operacionalização e manutenção do processo de municipalização da educação, em parceria com os Municípios;

VIII – à manutenção de intercâmbio sistemático com órgãos públicos, entidades privadas e organizações comunitárias, visando maior representação da sociedade  no processo educativo;

IX – à elaboração, controle e fiscalização de projetos necessários ao cumprimento das competências desta Secretaria;

X – à promoção de ações e programas de política educacional, em articulação com as demais esferas de Governo, com o setor privado, as organizações não-governamentais e a sociedade civil;

XI – ao desenvolvimento de outras atividades atinentes à sua natureza, oferecendo apoio, subsídios e meios para a execução das políticas educacionais e de desenvolvimento do ensino;

XII – à execução de outras ações e atividades concernentes à sua natureza ou determinadas pelo Chefe do Poder Executivo.

Fonte: Noticia Concursos