Professor e filho morrem após canoa naufragar em Parintins, no AM

Um professor e o filho dele, uma criança de 5 anos, morreram após a canoa em que eles estavam naufragar no Amazonas. O acidente aconteceu no domingo (13), na zona rural de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus).

Segundo as autoridades, o caso ocorreu próximo a um vilarejo, no Rio Uaicurapá. Familiares relataram à Polícia Civil que os dois tinham saído para fazer o pagamento de contas em uma comunidade da região.

Os trabalhos de buscas iniciaram ainda no domingo (13), e o corpo da criança foi encontrado no mesmo dia.

Na manhã desta segunda-feira (14), a Marinha e o Corpo de Bombeiros confirmaram que o corpo do professor também foi localizado, no Rio Uaicurapá.

Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Parintins. A Polícia Civil vai apurar as circunstâncias do acidente.

Outro naufrágio em Tefé

 

Em Tefé, uma canoa com cinco pessoas da mesma família também naufragou, na noite de domingo (13), após colidir com uma balsa, no Rio Solimões. Conforme a Defesa Civil, uma criança de 2 anos morreu e outras duas, de 4 e 6 anos, estão desaparecidas.

Na embarcação, estavam uma mulher de 26 anos, um homem de 30 anos, e os três filhos do casal. O acidente ocorreu na comunidade do Caiambé, quando a família estava a caminho da Comunidade Marajó.

De acordo com as autoridades, após a canoa colidir contra a balsa, a embarcação de pequeno porte se rompeu. Os pais conseguiram sobreviver, e estão internados em um hospital de Tefé.

*Com informações de Jean Beltrão e Arquipo Góes, da Rede Amazônica.

G1AM