Saúde do AM divulga nota sobre hepatite aguda de causa desconhecida

saúde do Amazonas divulgou, nesta terça-feira (24/), uma nota técnica sobre as ações a ‘hepatite aguda‘ de causa desconhecida. O documento, disponível em https://bit.ly/3sQtNiU, busca orientar os profissionais de saúde do Estado, onde não há registro de casos.

A nota é assinada pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas –Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

De acordo com a FVS, o documento “visa esclarecer os aspectos fundamentais para as Vigilâncias Epidemiológicas e Laboratorial na definição e investigação dos casos suspeitos, dos fluxos de notificação e dos exames laboratoriais necessários de hepatite aguda de etiologia a esclarecer”.

O diretor técnico da FVS-RCP, Daniel Barros, alertou que todos os casos suspeitos, que atendem às definições do Ministério da Saúde, devem ser notificados pelo serviço de saúde em até 24h.

“Mesmo o Amazonas não tendo casos de hepatite aguda de etiologia a esclarecer, é importante que os profissionais de saúde fiquem atentos para as definições de casos, conforme estabelecido na nota”, ressaltou Daniel.

O diretor técnico ressaltou que a nota técnica orienta os profissionais para possíveis confirmações de casos no estado do Amazonas. “Na nota, temos a principais definições para diagnosticar essa doença e procedimentos que devem ser seguidos, conforme orientações do Ministério da Saúde”, acrescentou Daniel.

Hepatite

 

O Reino Unido notificou, à Organização mundial da Saúde (OMS), sobre 10 casos de hepatite aguda grave de etiologia esclarecer em crianças menores de 10 anos previamente saudáveis na Escócia, no dia 5 de abril deste ano.

Em 15 de maio deste ano, 429 casos prováveis de hepatite aguda de causa desconhecida foram notificados em 22 países, em crianças menores de 17 anos. Destes, 26 necessitam de transplante hepático. Todos foram negativos para Hepatites Virais A, B, C, D e E. A etiologia ainda está em investigação.

FVS no Amazonas

 

A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os números para contato são (92) 3182-8550 e 3182-8551.

G1AM