Terceira vítima de incêndio criminoso em lotérica do Centro morre em Hospital

Manaus – Morreu, nesta sexta-feira (26), a terceira vítima do incêndio criminoso na casa lotérica, situada no Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus. O atentado aconteceu no dia 15 deste mês. A morte foi confirmada pela direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.

A paciente deu entrada no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade com queimaduras de 2º grau na tarde de terça-feira (15). A quarta vítima do incêndio segue internada na unidade, recebendo acompanhamento da equipe multidisciplinar.

“A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) lamenta o falecimento da paciente e se solidariza com a família”, finaliza a nota.

Na semana passada, outras duas vítimas morreram em decorrência das queimaduras. Carlos Henrique da Silva Pontes, de 50 anos, que era gerente da loteria, morreu na noite de domingo (21). Já Henison morreu na tarde desta segunda-feira (22).

No dia do atentado, o venezuelano Luis Domingo Siso, 60 anos, invadiu a loteria com galões de gasolina, o homem jogou o combustível nas pessoas que estavam no local. Mesmo após ser contido por populares, ele conseguiu atear fogo no estabelecimento, vindo a deixar quatro pessoas com graves ferimentos.

Conforme a Polícia Civil, com as mortes das vítimas, o crime sai de tentativa de homicídio para homicídio qualificado.

O suspeito está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HPS João Lúcio, sendo acompanhado pela equipe de intensivistas da unidade.

G1AM