Início Interagindo no Esporte Tite dribla imobiliária em compra de cobertura e pode ser processado

Tite dribla imobiliária em compra de cobertura e pode ser processado

Técnico da Seleção Brasileira é acusado de negociar direto com o proprietário

O treinador Tite, que atualmente comanda a Seleção Brasileira de Futebol, virou assunto no condomínio de luxo onde ele mora, em frente à Praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na altura do posto 6. Acontece que o burburinho na vizinhança gira em torno de uma suposta desonestidade do treinador na compra milionária de uma cobertura de 505 metros quadrados, com vista para o mar. Ocorre que Tite e sua mulher teriam descoberto a venda da cobertura através da Ativa Imobiliária.
Procurado por esta coluna, o diretor da imobiliária e corretor Marcos Rocha confirmou o fato e revelou que nos últimos anos foi o responsável por três transações imobiliárias da família. Segundo o profissional, Tite e sua mulher demonstraram interesse no imóvel por ele oferecido, inclusive solicitando mais fotos e perguntando qual era o posicionamento do imóvel, mas eles teriam dito que naquele momento não seria possível e que entrariam em contato para dar prosseguimento ao negócio.
O que Marcos não contava era que pouco tempo depois fosse descobrir, através de um vizinho, que o casal não só já havia comprado com desconto a cobertura, que havia sido anunciada por R$ 12 milhões, por R$ 10,3 milhões, como também já estava se mudando para o novo imóvel de frente pro mar. “Não imaginava, porque a gente tinha uma confiança mútua. Desde que o Tite veio para o Rio eu sempre fiz as transações imobiliárias dele, sempre foram muito honestos em todas elas. Depois que eu ofereci a cobertura, passaram três meses e eu falei com a mulher dele pra gente ir lá ver a cobertura, porque o proprietário estava me cobrando uma posição. Ela me disse que gostaram muito, mas naquele momento o Tite não queria e que um pouco mais pra frente eles falariam comigo. Três meses depois o vizinho me ligou perguntando se eu tinha vendido a cobertura pro Tite, porque ele estava se mudando naquele dia. Um imóvel que eu ofereci, mandei as fotos e eles fecharam direto com o proprietário, que assim como eles, nos enganou”, conta.
O corretor ainda revelou que após descobrir a compra do imóvel direto com o proprietário, tentou entrar em contato com a mulher de Tite, mas sem sucesso. “Liguei pra ela e enviei mensagens para o filho e eles não me atenderam. Mandei mensagem pra ela e falei: ‘poxa, não acredito que a senhora fez isso comigo’. Eles poderiam ter comprado qualquer imóvel, mas o que eu ofereci é pura desonestidade. E eles não me atenderam e nem me responderam mais”, diz.
Agora, o caso pode parar na Justiça, caso não haja um acordo entre as partes. “A gente mandou uma notificação extrajudicial pra eles tentando um acordo pra ver se eles cumprem com o que deveria ter sido feito. Porque numa venda de R$ 10,3 milhões, são mais de R$ 500 mil de comissão. Uma desonestidade sem necessidade”, lamenta o corretor.
A coluna procurou a assessoria do técnico Tite e não obteve resposta até o fechamento da nota.