Veja quem é quem no julgamento da ex-deputada federal Flordelis pela morte do pastor Anderson do Carmo

A ex-deputada federal Flordelis, acusada de ser a mandante da morte do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, será julgada a partir desta segunda-feira (7). Além da ex-parlamentar, os réus que participam do julgamento são: a filha biológica de Flordelis Simone dos Santos, a neta Rayane dos Santos e os filhos adotivos André Luiz e Marzy Teixeira (veja, a seguir, quem é cada um deles).

 

O crime aconteceu em junho de 2019 no bairro de Pendotiba, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A sessão judicial desta semana deve contar com 30 parlamentares.

Flordelis e Anderson do Carmo — Foto: TV Globo

Flordelis

 

Flordelis no banco dos réus, no primeiro dia de julgamento — Foto: Brunno Dantas/TJRJ

Flordelis é acusada de ser a mandante do crime e responderá por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, emprego de meio cruel e de recurso que impossibilitou a defesa da vítima), tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

Simone dos Santos

 

Simone dos Santos, filha da Flordelis — Foto: Brunno Dantas/TJRJ/Divulgação

Filha biológica de Flordelis, Simone dos Santos Rodrigues responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada.

Em depoimento, Simone confessou ter pago R$ 5 mil pela morte do pastor Anderson do Carmo. O motivo seriam as constantes investidas sexuais do pastor.

Rayane dos Santos

 

Rayane dos Santos, neta de Flordelis e filha de Simone dos Santos — Foto: Brunno Dantas/TJRJ/Divulgação

Neta biológica de Flordelis e filha de Simone, Rayane dos Santos Oliveira responde por homicídio triplamente qualificado e associação criminosa armada.

Segundo o Ministério Público, Flordelis encomendou a morte de Anderson e pediu à neta que procurasse pessoas para assassiná-lo.

André Luiz

 

André Luiz, filho da Flordelis — Foto: Brunno Dantas/TJRJ/Divulgação

Filho adotivo de Flordelis, André Luiz de Oliveira responde por uso de documento falso e associação criminosa armada.

Segundo a Justiça, André recebeu de Flordelis uma mensagem, em outubro de 2018, em que ela pedia ajuda para criar um plano para ajudar a matar o pastor Anderson do Carmo.

Em outra troca de mensagens, de dezembro de 2018, Flordelis conversou com André Luiz, que escreveu: “Mãe, eu estou com a senhora. Não dá para eu fazer muita coisa, mas estou com a senhora”.

Marzy Teixeira

 

Marzy Teixeira, filha adotiva de Flordelis — Foto: Rayane dos Santos

Filha adotiva de Flordelis, Marzy Teixeira da Silva responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada.

Marzy teria recebido a quantia de R$ 5 mil de Simone dos Santos Rodrigues para pagar a morte do pastor Anderson do Carmo. A investigação aponta que Marzy fez buscas por matador na internet.

G1