Vitória de campeão do heroico Palmeiras. Improvisado, com personalidade, venceu o Atlético, no Mineirão. Líder impressionante

Sem Weverton, Gustavo Gómez, Danilo, Zé Rafael, Gustavo Menino, Abel Ferreira, o Palmeiras se impôs ao milionário elenco de Cuca. Murilo marcou. E o Palmeiras segue disparado, caminhando para o título brasileiro

Murilo além de anular Hulk, ainda marcou o gol que decretou a importante vitória em Minas

Digna de quem será campeão do Brasil mais uma vez.

Sem Weverton, Gustavo Gómez, Danilo, Zé Rafael, Gabriel Menino e, principalmente, Abel Ferreira, o Palmeiras improvisado, guerreou, se entregou e venceu o Atlético, em pleno Mineirão, por 1 a 0, gol de Murilo.

Além de ganhar o duelo com Hulk, ainda marcou e garantiu três pontos fundamentais para o título nacional.

O clube manteve sua incrível invencibilidade no Brasileiro fora de casa, depois de 28 rodadas! Não é por acaso que chegou a 60 pontos, mantendo nove confortáveis pontos de diferença do Fluminense, segundo colocado.

E o Palmeiras ainda teve um gol legal anulado de forma absurda pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique. Breno Lopez marcou, mas o juiz, mal colocado, marcou falta em um escorregão de Mariano.

O time paulista venceu sem contar com um volante de marcação. Atuesta e Luan foram improvisados.

O Atlético Mineiro de Cuca segue sendo a grande decepção no Brasileiro, em sétimo lugar apenas, a 20 pontos de distância do Palmeiras. E com quatro pontos distante da zona de classificação para a Libertadores.

“A gente treina muito isso. A gente tá sempre treinando a bola parada e hoje fomos felizes. O Scarpa me gritou tanto ali, asistência, assistência… (risos)”, comemorava Murilo, que marcou seu oitavo gol na temporada.

“Não estamos fazendo gol. O que explica isso é a bola não entrar. Falar que não tem vontade, que o time não tá jogando bem, que não tem estilo de jogo, não tem o que falar. Se alguém falar isso, não viu o jogo.

“Meus 18 anos de futebol profisisonal não servem para nada.

“Poderíamos ter terminado o primeiro tempo com dois, tres gol feitos, não tem o que falar mais, tem que se apegar a Deus e trabalhar”, dizia, desgostoso, Hulk.

r7